Escola estruturalista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1327 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
TRABALHO DE TGA

ESCOLA ESTRUTURALISTA

Alunos:
Natalino
Maria
Elisabeti
Elizabeti
Emerson
Vanessa
Toledo, junho de 2012
A teoria estruturalista foi criada a partir de um desdobramento da burocracia como contrapartida de revira volta na administração causada pelos princípios sociais e filosóficos da teoria das Relações Humanas.
Ao final da década de 1950, as teoriasclássicas e das relações humanas criaram situações em saída que a teoria da burocracia não deu conta de resolver, e a teoria estruturalista foi criada na tentativa se suprir essa carência de soluções na administração.
A teoria estruturalista teve como origem os seguintes fatos, segundo CHIAVENATO (2003)
* A oposição surgindo entre a teoria tradicional e a teoria das relações humanas.
* Anecessidade que a organização seja vista como uma grande e completa unidade social, onde os grupos sociais interagem.
* A influência do estruturalismo nas ciências sociais e na repercussão no estudo das organizações.
* Novos conceitos de estrutura, conjunto de dois ou mais elementos que permanece inalterado, na mudança ou na diversidade de um dos elementos.
Segundo ele o conceito deorganização na teoria clássica é de “Estrutura Formal, como conjunto de órgãos, cargos e tarefas”. Com o estabelecimento de padrões de execução e treinamento dos operários.
A teoria estruturalista tem como objetivo principal o estudo das organizações, fundamentalmente na estrutura interna e na interação com outras organizações, que são as unidades sociais e são concebidas para cumprir e atingirobjetivos específicos, mantendo relações estáveis a fim de viabilizar o conjunto de metas propostas.
A análise das organizações sobre a ótica estruturalista é feito dentro de uma abordagem global e com a durabilidade que sua origem compreende, a organização que pode ser formal e informal e abrange e os mais diversos tipos de organizações, como sistemas de recompensas e sansões, materiais e sociais,centradas no comportamento organizacional.
Nessa abordagem o sistema social é intencionalmente construído e reconstruído porque as organizações são sistemas em constante mutação e a concepção é de homem organizacional que vive dentro das organizações onde os conflitos são inevitáveis.





Teoria estruturalista

Os estruturalistas se preocupam com os fenômenos que ocorremexternamente nas organizações, mas afetam os fenômenos que ocorrem dentro das delas, os fenômenos internos são mais bem compreendidos quando se conhecem os fenômenos externo que os provocaram. Assim, os estruturalistas baseiam-se em uma abordagem de um sistema aberto que utilizam o modelo natural de organização como base de seus estudos. A análise organizacional é feita através de abordagem múltipla,ou seja, através da analise infraorganizacional (fenômenos internos) e da analise interorganizacional ( fenômeno externo em função das relações da organização com outros organizações do meio ambiente).
Alem da analise externa e interna das organizações os estruturalistas se preocupam com a análise interorganizacional a partir da crescente complexidade ambiental e da interdependência dasorganizações.



Características


Os indivíduos só cooperam com a empresa quando tem interesses comuns, como por exemplo: manter a empresa dentro do mercado para garantir seu salário no final do mês, as vezes tende a ter interesse conflitante é o caso dos lucros que nem sempre são divididos proporcionalmente aos empregados.
Conflitos: os conflitos segundo os estruturalistas são de certaforma benéficos para as organizações, pois o conflito é condição geral do mundo animal. O ser humano sobressai-se dentre os animais pela capacidade de atenuar o conflito, embora nem sempre possa eliminá-la,e é a partir de conflitos que se têm ideias criatividade e dinamismo o que podem ajudar as organizações.
Especialistas e administradores: Dentro das organizações convivem especialistas e...
tracking img