Escola de frankfurt: a massa e a indústria

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1054 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Escola de Frankfurt: A Massa e a Indústria


Bruno Helat - Publicidade e Propaganda
Natalí Fabiana Silva - Jornalismo


Introdução

Este artigo tem como objetivo retomar os estudos realizados por filósofos e críticos da Escola de Frankfurt. Um breve histórico conta o surgimento da escola em suas contextualização e época. Entre os iniciantes desses estudos, encontram-se os doisautores iniciantes dos termos ‘’Indústria Cultural’’ e ‘’Cultura de Massa’’: Theodor W. Adorno e Max Horkheimer, na qual aprofundaremos com as explicações dos termos e suas respectivas visões a respeito da cultural capitalista que atingiu grande impacto na sociedade durante a década de 20, lado-a-lado à industrialização.
Neste trabalho, também reforçamos a crítica à sociedade atual. Comparamosos estudos da Escola de Frankfurt e seu reflexo na sociedade contemporânea. Fizemos também, uma observação a respeito da falsa globalização e do sistema consumista na qual estamos inseridos sem qualquer percepção.


Histórico

Durante a II Guerra Mundial, Walter Benjamim, Theodor Adorno, Herbert Marcuse, Leo Löwenthal, Erich Fromm, Jürgen Habermas e Max Horkheimer deixaram a cidade deFrankfurt (Alemanha) em busca de refúgio nos Estados Unidos.
Percebendo o crescimento da classe média e com base em teorias marxistas, os intelectuais começaram a rever conceitos a respeito da luta de proletariados e burgueses.
As teorias marxistas eram entendidas e, até então, bem aceitas no contexto europeu. A teoria e a prática andavam juntas e eram tidas como sinônimos, até quepor volta de 1900, começam a questionar essa tal teoria e prática dentro do marxismo. Em 1924, começa a se estudar os problemas do movimento operário (trabalho e teoria), assim surgindo a Escola de Frankfurt.
Os cientistas sociais e filósofos de mentalidade marxista cresceram com a ideia conhecida como ‘’Teoria Crítica da Sociedade’’. A "Teoria Tradicional e Teoria Crítica", de 1937 iniciadapor Max Horkheimer, na qual define-se como o olhar ‘’de si mesmo’’ na sociedade e crítica. Horkheimer propunha que, generalizações não podem ser feitas com base em experiências anteriores (diferente do que propõe a ‘’Teoria Tradicional’’), já que as experiências sociais já vêm com ideias pressupostas por pesquisadores. Deve-se levar em conta, que o contexto histórico é fator que determinaideologias e moldam o pensamento do indivíduo.
Segundo Danilo Marcondes (autor ligado à Escola de Frankfurt), uma de suas propostas era a busca por definições e análises críticas sobre a sociedade contemporânea inspiradas no marxismo. Os intelectuais de Frankfurt realizaram obras em torno da reflexão crítica da lógica capitalista e das classes.

Theodor Adorno e Max Horkheimer: A IndústriaCultural

Os intelectuais da Escola de Frankfurt, os alemães Theodor Adorno (1903-1969) e Max Horkheimer (1895-1973), cultivaram também, expressões como ‘‘Indústria Cultural’’ e ‘’Cultura de Massa’’.
Iniciado a partir da obra, Dialética do Esclarecimento, de 1947, os autores aprofundam os estudos em torno da cultura capitalista. Seus estudos não são vinculados a mídias convencionais esuas culturas, mas sim, ao uso dos veículos, que não eram mais restritos a classe dos intelectuais, mas eram transformadas em uma espécie de ‘’mercadoria cultural’’.
Segundo os autores Horkheimer e Adorno, os padrões da Indústria Cultural se voltou totalmente ao consumismo, levando a uma massificação comum dessas ‘’novas culturas’’. Com essas características, a Indústria Cultural fica sendoresponsável pela ‘’mente coletiva’’ da sociedade massificada.
Os produtos apresentados nesta nova sociedade, não devem mais ser chamados de arte, pois seus motivos deixaram de ser artísticos para se voltarem à demanda consumista e acessível. Os produtos não são mais representativos para nenhum tipo de classe, mas sim, representantes do interesse mercadológico.
Horkheimer e Adorno...
tracking img