Escola classica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 48 (11864 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A ESCOLA CLÁSSICA (1776-1871)

Os economistas clássicos fizeram a melhor análise do mundo econômico até sua época ultrapassando em muito as análises dos mercantilistas e dos fisiocratas.
Lançaram-se os fundamentos da moderna Economia como ciência, e as gerações que se seguiram basearam-se em seus pontos de vista e em suas realizações.
Portanto, a preocupação central de todosos autores clássicos é o crescimento econômico a longo prazo e o modo como a distribuição de renda entre as diversas classes sociais influencia esse crescimento.


PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DOS CLÁSSICOS


1) O primeiro princípio era o “Laissez-faire” (deixa fazer, passar, acontecer). A doutrina clássica é freqüentemente chamada de liberalismo econômico em contraste com as restriçõesfeudais e o mercantilismo. Baseia-se na liberdade pessoal, na propriedade privada, na iniciativa industrial e no controle individual da empresa apoiadas na doutrina do Laissez-faire.
Tinha-se como lema, que o melhor governo é aquele que menos governa. As forças do mercado competitivo livre orientam a produção, a troca e a distribuição.
A economia era considerada auto-ajustável etendia para o pleno emprego, sem a intervenção governamental.
2) Os clássicos, com a importante exceção de Ricardo, enfatizavam a existência de harmonia de interesses. Na busca dessa harmonia ou de seus próprios interesses cada indivíduo servia melhor aos interesses da sociedade.
3) Os clássicos ressaltavam a importância de todas as atividades econômicas, especialmente a indústria. Osmercantilistas afirmavam que a riqueza derivava do comércio; os fisiocratas consideravam a agricultura como fonte de toda a riqueza. A escola clássica acrescentava a indústria ao comércio e a agricultura e considerava os três produtivos.
4) Realizou enormes contribuições, fornecendo um método de análise da economia e das leis econômicas que nela operam.
5) Os economistas clássicosusavam a promoção do máximo crescimento e desenvolvimento econômico, crença do desejo individual inato de acumular riqueza como um fim em si mesmo. Trabalho árduo e consumo limitado eram os meios de aumentar o capital de cada um. O estímulo para aquisição ilimitada justificava-se pelo desejo arraigado à natureza humana.
6) Os clássicos consideravam a economia como um todo – a abordagemmacroeconômica.


GRUPO DE PESSOAS QUE A ESCOLA CLÁSSICA SERVIU OU TENTOU SERVIR


Serviu mais diretamente aos empresários pois concedeu-lhes respeitabilidade, porque especialmente os industriais alcançaram novo status e dignidade como promotores da riqueza nacional e estavam certos, de que, com a busca do lucro, estavam servindo a sociedade. Essas doutrinas, levaram a maiores benefíciosmateriais, pois ajudaram a criar o clima político, social e econômico que promoveu a indústria, o comércio e o lucro.
A longo prazo, os economistas clássicos serviram a toda sociedade, porque a aplicação de suas teorias promoveu a acumulação de capital e o crescimento econômico. Foram os assalariados que arcaram com a maior parcela de trabalho árduo e mal remunerado. Mas, em última instância, oprogresso econômico permitiu-lhes melhorar a posição e neste sentido, os economistas clássicos serviram também a eles. Embora a parte que lhes cabia fosse relativamente pequena, o crescimento econômico beneficiou gerações sucessivas de trabalhadores justamente com todos os outros grupos.


VALIDADE DA ESCOLA CLÁSSICA


A doutrina clássica foi uma racionalização, das práticas adotadaspelos empresários, porque eram lucrativas.
A concorrência era um fenômeno crescente e a indicação dela como grande reguladora da economia era um ponto de vista válido. A economia clássica promoveu a empresa de negócios. Portanto, ela e os empresários que a apoiavam expandiram o mercado não só por meio de um comércio internacional mais livre, mas também por meio da promoção de uma força de...
tracking img