Escarlatina

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (723 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de fevereiro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O que é a Hidrocefalia:

A hidrocefalia  (palavra derivada do grego hidro=água; céfalo=cabeça) é um acúmulo excessivo de fluído (líquido cefalorraquidiano) dentro dos ventrículos (espaçosno cérebro) ou do espaço subaracnóide.

Mecanismo de produção:
O líquido cefalorraquidiano ocupa o espaço existente no interior das cavidades que compõem o encéfalo, os ventrículos cerebrais e o espaçosubaracnoidiano, nomeadamente entre a membrana interna das meninges (pia-máter) e a média (aracnóide). Este líquido é produzido graças a um processo de filtração do sangue pelos plexos coróideos, dobrasmuito vascularizadas da piamáter, que se situam na superfície interna dos ventrículos cerebrais laterais. Daqui, o líquido passa através de canais específicos pelas restantes cavidades encefálicas,circulando ao longo do espaço subaracnoidiano até ser reabsorvido no sangue graças à acção de outras formações específicas denominadas granulações ou vilosidades aracnoidianas.
Em condições normais, olíquido cefalorraquidiano é produzido e reabsorvido na mesma quantidade, sensivelmente 150 a 200 ml por dia, o que faz com que a sua circulação seja constante e igual à pressão exercida no interior dascavidades que o albergam. Por isso, qualquer aumento na produção, diminuição da reabsorção ou obstáculo na circulação de líquido cefalorraquidiano pode provocar uma hidrocefalia.

Tipos dehidrocefalia:
* Hidrocefalia obstrutiva ou não comunicativa: problema provocado por um obstáculo na circulação do líquido para o espaço subaracnoidiano, impedindo a normal reabsorção.

* Hidrocefaliacomunicativa: quando o líquido, embora circule livremente, não é reabsorvido de forma adequada ou, em casos mais raros, é produzido em quantidades exageradas.

* Hidrocefalia infantil: quando jáestá presente no nascimento ou se desenvolve nos dois primeiros anos de vida. Neste caso, costuma ser provocada por uma alteração congénita, independentemente de ser originada por uma malformação...