Ergonomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3726 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
28/07/2011

Ergonomia – Projeto e Produção
AULA 44.1.ANTROPOMETRIA APLICADA
4.2.BIOMECANICA OCUPACIONAL

TRABALHO EM EQUIPE?

Ergonomia –

28/07/2011

USAR TABELA DISPONIVEL – A MAIORIA FEITA NO EXTERIOR –
AS MAQUINAS E EQUIPAMENTOS TAMBEM FORAM FEITAS NO EXTERIOR
NA SUA GRANDE MAIORIA.
COMO RESOLVER?
ESTRADOS E BANQUETAS DE AJUSTE PARA O TRABALHADOR BRASILEIRO,
PARCIALMENTERESOLVIDO RESOLVE QUANTO A DIFERENÇA DE ESTATURA.
E DE ALIMENTAÇÃO E MUSCULATURA?
E O ALCANCE HORIZONTAL?
EXIGE MAIOR FLEXÃO COM O TRONCO – PROVOCANDO FADIGA.
AGRAVADO NO CASO DAS MULHERES – MUITO MAIS SIGNIFICATIVA A
DIFERENÇA DA MULHER BRASILEIRA PARA A ESTRANGEIRA DO QUE
OS HOMENS.
PORTANTO SÃO NECESSÁRIAS AS PRECAUÇÕES NO USO DE TABELAS
SÃO NO MAXIMO UM DIMENSIONAMENTO PRELIMINAR DOPROJETO
DÃO UMA IDÉIA .
O IDEAL É CHEGAR A UM MOCK-UP – MODELO EM TAMANHO REAL
TESTADO COM UMA POPULAÇÃO REPRESENTATIVA DOS USUARIOS
EFETIVOS.

ANTROPOMETRIA ESTÁTICA E DINAMICA
PARA PROJETOS DE PRODUTOS E EQUIPAMENTOS COM POUCO
MOVIMENTO USAR A ESTATICA – DADOS SÃO MAIS DISPONIVEIS
EQUIPAMENTOS QUE EXIGEM MAIOR MOVIMENT O CORPORAL É
CONVENIENTE UTILIZAR OS DADOS DA ANTROPOMETRIA DINAMICAPARA DETERMINAR ALCANCES E FAIXS DE MOVEIMNTOS.

Ergonomia –

28/07/2011

ANTROPOMETRIA FUNCIONAL
ANALISE DA TAREFA
APERTAR E GIRAR BOTÃO
AGARRAR ALANVANCA
COLOCAR UM LIVRO NA ESTANTE.
RESULTADO DIFERENTE COM O OMBRO ESTATICO E EM MOVIMENTO.
CONSIDERA MOVIMENTO CONJUGADO – BRAÇOS – OMBROS E TRONCOS
MOVIMENTOS DEPENDENTES ENTRE SI
TENTE LEVANTAR O BRAÇO DIREITO E GIRAR NO SENTIDOHORARIO
E LEVANTAR O BRAÇO ESQUERDO E GIRAR NO SENTIDO ANTI HORARIO
ISTO AFETA ALCANCE – VELOCIDADE E PRECISÃO DE MOVIMENTOS.
CONSIDERE MOVIMENTO EXERCIDOS SIMULTANEAMENTE
PELO ORGANISMO.
PORTANTO SÃO NECESSARIOS CRITÉRIOS PARA APLICAÇÃO

CRITÉRIOS PARA APLICAÇÃO DOS DADOS ANTROPOMÉTRICOS
Do ponto de vista de custo o ideal seria termos um único produto.
Do ponto de vista do usuário isto nemsempre representa conforto e segurança.
CRITICO NO USO INDIVIDUAL – Vestuário, calçados e Equipamentos
de Proteção Individual.EPI pode reduzir a eficiência do produto.Para fazermos
esta adaptação temos 5 Princípios.
1- Os projetos são dimensionados para a média da população
2- Os projetos são dimensionados para os extremos da população
3- Os projetos são dimensionados para faixas da população4- Os projetos apresentam dimensões reguláveis
5- Os projetos são adaptados ao individuo.

Ergonomia –

28/07/2011

2- Os projetos são dimensionados para os
extremos da população

Os projetos são dimensionados para faixas da população
Comum usar -MAXIMAS – 95% Homens
MINIMAS – 5% Mulheres.
Locais e Passagens.
Largura do Quadril – 95 % da Mulheres. Altura corrigida colocandoestrado.

Ergonomia –

28/07/2011

O ESPAÇO DE TRABALHO

1.
2.
3.
4.
5.

Ergonomia –

POSTURA
TIPO DE ATIVIDADE MANUAL
VESTUARIO
CADEIRA DE RODA
ESPAÇO PESSOAL

28/07/2011

SUPERFICIES HORIZONTAIS

1. DIMENSÕES DA MESA
2. ALCANCES SOBRE A MESA
3. BANCADAS PARA TRABALHO EM PÉ
4. SUPORTE PARA O PESO DO CORPO
5. CONFORTO NO ASSENTO
6. RELAXAMENTO MAXIMO

1.DIMENSÕES DAMESA

Ergonomia –

28/07/2011

2.ALCANCES SOBRE A MESA

3. TRABALHO EM PÉ

Ergonomia –

28/07/2011

ESPAÇO PARA OS PÉS E A POSTURA ERETA.

4. SUPORTE PARA O PESO DO CORPO.
ÚNICA AREA QUE ENTRA EM CONTATO COM O
ASSENTO.
2 PIRAMIDES INVERTIDAS DE PERFIL – DISTAM DE 7 A 12
CM.
COBERTAS COM UMA FINA CAMADA DE TECIDO
MUSCULAR E UMA PELE GROSSA PARA SUPORTAR
GRANDES PRESSÕES.
25CM2 SUPORTAM 75% DO PESO DO CORPO.

Ergonomia –

28/07/2011

RECOMENDAR:
ESTOFAMENTO DURO – FADIGA E DORES NA REGIÃO
DAS NADEGAS
ESTOFAMENTO MOLE – CAUSA DESEQUILIBRIO.
INTERMEDIARIO É O ADEQUADO . MONTADO SOBRE
UMA BASE RIGIDA PARA AUMENTAR O CONTATO.
ESTOFAMENTO POUCO ESPESSO – 2 A 3 CM SOBRE
BASE RIGIDA. PARA QUE O CORPO NÃO AFUNDE.
LEM BRE QUE AUMENTAR PODE SER PIOR. NÃO USAR...
tracking img