Ergonomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2958 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1 INTRODUÇÃO



O trabalho tem um papel fundamental na vida do homem, pois além de ser fonte de seu sustento é onde se sente útil, produtivo e valorizado. Entretanto, quando este é realizado sob condições impróprias pode provocar prejuízos à saúde e desencadear os Distúrbios Ocupacionais Relacionados ao Trabalho (DORT).
Os benefícios da melhoria de saúde, bem-estar e qualidade devida dos trabalhadores de uma organização industrial refletem e influem em todas as áreas da empresa, desde o profissional envolvido com produção, até a alta administração. A globalização da economia e o desenvolvimento tecnológico têm exigido dos profissionais da área de saúde e segurança do trabalho uma atuação contínua, adaptando as novas condições laborais ao trabalhador. Fenômenos daatualidade exigem uma nova postura no âmbito ocupacional.
A primeira vez que se falou em Ergonomia foi nos idos de 1.700 na Polônia. De lá pra cá, ela veio evoluindo como uma ciência que estuda o relacionamento do homem com seu ambiente de trabalho. Todos os fatores relacionados nessa área, sejam eles físicos ou até cognitivos, são objetos de estudo da Ergonomia. A Fisioterapia do Trabalho nadamais é que o casamento perfeito entre a Fisioterapia e a Ergonomia.
A ergonomia é a adaptação do trabalho ao homem, nos seus aspectos físicos, organizacionais e comportamentais. No aspecto físico trata-se da iluminação, umidade, ruído, mobiliário; no aspecto organizacional incluem-se os tipos de produção, riscos inerentes a atividade (má postura, transporte manual de cargas, repetitividade),ritmo de trabalho, produtividade; no aspecto comportamental encaixam-se o estresse, produtividade, relacionamento humano (empregados, chefia). A análise ergonômica do trabalho refere-se à Ergonomia de forma abrangente, incluindo um capazes de fornecer subsídios para as soluções ergonômicas para a empresa, adequando-a a legislação.
O objetivo prático da Ergonomia é a adaptação do posto detrabalho, dos instrumentos, das máquinas, dos horários, do meio ambiente às exigências do homem. A realização de tais objetivos, ao nível industrial, propicia uma facilidade do trabalho e um rendimento do esforço humano.
A preocupação crescente com a qualidade de atendimento oferecido à população, não está mais centrado só na doença, tratando o paciente como um ser humano e não apenas comouma patologia, fez com que a Fisioterapia chegasse ao status que chegou nos dias de hoje, tendo que escalar muitos degraus.
O fisioterapeuta vai atuar de forma corretiva e preventiva, através avaliações, orientações e aulas aos funcionários, para que colaborem com a empresa na conservação de sua saúde, salientando medidas a serem aplicadas em casa. Em caso de patologias já instaladas,principalmente nas contraturas musculares entre outras afecções da coluna vertebral, a fisioterapia é imprescindível para o restabelecimento funcional do funcionário.
O trabalho tem como objetivo o esclarecimento sobre a profissão do fisioterapeuta, bem como sua relação com a ergonomia e sua atuação ergonômica dentro de uma empresa.



























2 REVISÃOLITERÁRIA


2.1 ERGONOMIA



A ergonomia é uma ciência ampla e complexa, que busca a melhoria das condições de trabalho do homem conciliada com o aumento da produtividade, através dos estudos das variáveis que afetam direta e indiretamente a atividade laboral do indivíduo envolvido no processo produtivo. Essa abordagem refere-se principalmente aos setores industrial e de serviço.Esta ciência quando bem empregada, tem força suficiente para estruturar o trabalho de maneira adequada, diminuindo os custos operacionais, e aumentando os lucros das empresas. (WICZICK, R.M. et al. 2004)
A Ergonomia objetiva modificar os sistemas de trabalho para adequar a atividade nele existentes às características, habilidades e limitações das pessoas com vistas ao seu desempenho...
tracking img