Ergonomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3726 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]
FACULDADE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA
ENGENHARIA DE PRODUÇÃO









ANÁLISE ERGONÔMICA DO DEPARTAMENTO PESSOAL DA FACULDADE ÁREA 1










Alessandra Bergamasque de Lima

Ariane Ferreira

Camila Brito

Douglas Eneas

Gerson Vivas

Lídio Brito

Luan Araújo

Robson Araújo









Salvador
2012


Alessandra Bergamasque de LimaAriane Ferreira

Camila Brito

Douglas Eneas

Gerson Vivas

Lídio Brito

Luan Araújo
Robson Araújo








CONCEPÇÃO ERGONÔMICA

ANÁLISE ERGONÔMICA DO DEPARTAMENTO PESSOAL DA FACULDADE ÁREA 1








Trabalho apresentado à disciplina Concepção Ergonômica, do curso de Engenharia da Produção da Faculdade Área 1 como requisitoparcial de aprovação. Orientadora: Prof. Elen Ribeiro.





Salvador
2012
Sumário

1 Introdução 4
2 Objetivo 4
3 Metodologia 5
4 Local Avaliado 5
5 Fatores Avaliados 7
6 Queixas dos Funcionários 8
7 Melhorias Propostas 9
8 Conclusão 11
9 Referências Bibliográficas 12
ANEXOS 13
























1 Introdução

Empresas e indústrias de todos osseguimentos buscam, a cada dia, melhorar sua produtividade. Porém, produtividade está diretamente relacionado ao operário, ou seja, trabalhadores saudáveis fazem uma produção mais eficiente. Para que isso ocorra, é importante um ambiente de trabalho seguro e minimamente confortável.

Desde a pré-história os homens já buscavam fazer suas tarefas de maneira mais confortável, segura e eficaz, colocando emprática a ergonomia involuntariamente. Em meados do século XIX o polonês W. Jastrzebowski deu origem ao termo Ergonomia, que só foi reconhecido cientificamente no século XX, com os avanços tecnológicos. Neste mesmo século foi criada a Norma Regulamentadora Nº 17 do Ministério de Trabalho e Emprego (MTE), ou NR- 17, que traz normas prezando a saúde e segurança do trabalhador em seu ambiente detrabalho.

É muito comum ver pessoas reclamando de dores no corpo, stress emocional, problemas ligados ao trabalho, mais precisamente às condições de trabalho (um dos principais fatores de motivação de um funcionário) como cadeiras de má qualidade, falta de iluminação adequada, ar condicionado muito forte ou sem o mesmo. Para reduzir a zero essas reclamações, análises ergonômicas são feitas paramelhorar tais condições a que os trabalhadores são expostos.


2 Objetivo

Este trabalho tem como objetivo fazer a análise ergonômica do local proposto, neste caso o Departamento Pessoal (DP), detectar a condição ergonômica que os trabalhadores desse setor estão expostos e propor melhorias para solucionar os problemas encontrados.


3 Metodologia

Foi realizada uma visita ao DP da FaculdadeÁrea 1 a fim de fazer uma análise ergonômica do local.

Por se tratar de uma atividade de escritório, para avaliar o DP foi utilizada a ferramenta criada por Hudson Couto (versão 2007), a Cheklist para análise das condições do posto de trabalho ao computador.

É preenchido um questionário de respostas possíveis SIM ou NÃO, em que cada marcação soma-se um ponto ou nada acrescenta. No final decada fator avaliado, é calculada a porcentagem de pontos feitos para aquela quantidade de perguntas e depois, para o total dos itens avaliados. Essa porcentagem dirá qual a condição ergonômica que a atividade oferece ao trabalhador da seguinte forma:

- 91 a 100% dos pontos – condição ergonômica excelente
- 71 a 90% dos pontos – boa condição ergonômica
- 51 a 70% dos pontos – condição ergonômicarazoável
- 31 a 50% dos pontos – condição ergonômica ruim
- menos que 31% dos pontos – condição ergonômica péssima


4 Local Avaliado


O Departamento Pessoal da Faculdade Área 1 constitui um dos espaços de uma sala dividida por paredes provisórias vazadas no teto. Ela ocupa um espaço muito pequeno e, com a quantidade de móveis dentro dela, mal é possível a movimentação das pessoas no...
tracking img