Ergonomia mobiliário escolar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1009 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
SEMINÁRIO DE ERGONOMIA
ALUNOS:
Rafael Roberto Villamir

MOBILIÁRIO Professor: Dr. Fleury

Wellington

Introdução Conceitos de Ergonomia
- Montmollin, M. - é a tecnologia das comunicações homem-máquina (1971). - Grandjean, E - é uma ciência interdisciplinar. Ela compreende a fisiologia e a psicologia do trabalho, bem como a antropometria é a sociedade no trabalho.

- Leplat, J - é umatecnologia e não uma ciência, cujo objeto é a organização dos sistemas homensmáquina (1972).

FONTE: Google Friend Connect

ERGONOMIA

FONTE: Google Friend Connect

CURIOSIDADES E HISTÓRICO

FONTE: Google Friend Connect

CURIOSIDADES E HISTÓRICO

FONTE: belknap.tecnologia

ANÁLISE ERGONÔMICA MOBILIÁRIO

FONTE: Google Friend Connect

ERGONÔMIA NO BRASIL

- No Brasil,varias áreas profissionais podem atuar na ergonomia, como: engenheiros, arquitetos, desenhistas industriais, médicos, psicólogos e fisioterapeutas
(DELIBERATO, 2002)
FONTE: Google Friend Connect

MOBILIÁRIO

FONTE: Google Friend Connect

MOBILIÁRIO

FONTE: Google Friend Connect

Ambiente Inadequado
Pescoço com rotação lateral Monitor mal posicionado Luminária mal posicionada

Costasnão apoiadas

Mouse distante

FONTE: Google Friend Connect

Borda da cadeira

Teclado mal posicionado

Ambiente Adequado
Cabeça Levantada Ombro relaxado

Monitor à altura dos olhos e braços distanciados
Mãos alinhadas com o antebraço Material de referência bem posicionado

Costa ereta
Cadeira com apoio de braços regulável
FONTE: Google Friend Connect

Pés firmes no descansoapropriado

Tratamento Clínico

ESPECIFICÃO DE MOBILIÁRIO
FONTE: Google Friend Connect

NORMA REGULADORA Nº 17

- Estabelece “parâmetros para a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores, de modo a proporcionar um máximo de conforto, segurança e desempenho eficiente”.
FONTE: Google Friend Connect

NORMA REGULADOR Nº 17

NORMAREGULADOR Nº 17 Requisitos

NORMA REGULADOR Nº 17 Requisitos

Trabalho - de Pé X Mobiliário
• Provoca sobrecarga nas pernas  Diminuição do grau de atenção.

•Altura do plano de trabalho adequada.
• Comandos, materiais e equipamentos devem estar ao alcance do trabalhador. • Espaço suficiente para os pés. • Evitar curvar as costas. • Não deve usar-se roupa apertada.
FONTE: Google Friend Connect Altura do Plano de trabalho:  Costas direitas e ombros relaxados.  Corpo próximo da bancada e peso distribuído pelas duas pernas.  Mãos próximas do corpo, numa posição natural.

 Trabalho de precisão  Trabalho moderado  Trabalho pesado

• Comandos, interruptores e alavancas devem estar num nível mais baixo do que os ombros.
• Usar calçado adequado.

FONTE: Google Friend Connect •A

cabeça inclinada para baixo ou para cima  força os músculos do pescoço. • Observação prolongada de terminais  vista desfocada e dores de cabeça.
• Movimentos repetitivos e restrições à postura  dores nas mão, nos braços, costas e ombros, rigidez muscular.

FONTE: Google Friend Connect

FONTE: Google Friend

Connect
FONTE: Google Friend

Connect

• Apoio de pés. • Espaçosuficiente para as pernas, permitindo mudanças de posição. • O trabalho deve ser variado.

• Deve fazer-se mini-pausas em vez de pausas longas.

FONTE: Google Friend Connect

• Plano

de trabalho ao nível dos cotovelos.

• Corpo próximo da mesa. • Costas erectas e ombros relaxados. • Trabalho de precisão  Apoio para mão e\ou antebraço.

• Mesa de arestas baleadas e tampo baço.

•Trabalho físico pesado  Estado de fadiga rápida. • Ausência de esforço físico  Monotonia. Variação de tarefas • Evitar cargas estáticas. Pausas para descansar

FONTE: Google Friend Connect

Órgãos de Comando

• Devem estar ao alcance do

operador.

• Selecção adequada dos comandos:
 Precisão/velocidade  manuais;  Força accionados  pé. • Comandos bem identificados. • Mecanismos de...
tracking img