Era vargas - resumo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1668 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ERA VARGAS


Introdução

Ao assumir o poder com seu governo provisório Getúlio Vargas pôs fim a República Velha, implantou o Estado Novo, suspendeu a Constituição em 1931 causando muita indignação aos seus opositores, fez então uma nova Constituição em 1934 trazendo novidades inclusive que o primeiro presidente seria eleito de forma indireta pelos membros da Assembléia Constituinteelegendo Getúlio como presidente, pondo fim ao seu governo provisório, teve sua participação na Segunda Guerra Mundial, foi um grande ditador e autoritarista, porém teve grande importância para o país implantando o voto secreto, o ensino primário obrigatório, as leis trabalhistas, entre outras, contribuindo assim para a evolução do Brasil.

A Era Vargas

Período em que Getúlio Vargas governou oBrasil por 15 anos ininterruptos de 1930 a 1945. Essa época foi importante na história brasileira, pelas inúmeras alterações que Vargas fez no país, tanto sociais quanto econômicas.
Desde a proclamação da república até 1930 vigorava no Brasil a República Velha, conhecida como primeiro período republicano brasileiro, dominada pela oligarquia cafeeira e pela aliança política "café com leite" entre SãoPaulo e Minas Gerais, movidas pelos seus interesses políticos e econômicos.

Governo Provisório de 1930 a 1934
Getúlio Vargas foi nomeado presidente, seus poderes eram quase ilimitados, então passou a tomar políticas de modernização do país, criando novos ministérios, como o Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio e o Ministério da Educação e Saúde e nomeou interventores de estados.Continuou com a Política de Valorização do Café (PVC) e criou o Conselho Nacional do Café e o Instituto do Cacau atendendo reivindicações das oligarquias cafeeiras. Foi creditada a Lei da Sindicalização, que vinculava os sindicatos brasileiros indiretamente por meio da câmara dos deputados. Vargas pretendia, assim, tentar ganhar o apoio popular, para que apoiassem suas decisões. A sua era trouxegrandes avanços na legislação trabalhista brasileira, mudanças essas que perduram até hoje.

Revolução Constitucionalista de 1932
Em 1931, Getúlio Vargas acaba com a atual Constituição brasileira, causando grande indignação dos opositores, pois o estado perdeu e autonomia para os interventores fazendo com que o Brasil reunisse enormes poderes. Indignados as oligarquias cafeeiras e a classe mediapaulista arquitetaram uma revolta armada para defender a criação de uma nova Constituição.
No dia 23 de maio de 1932 quatro jovens estudantes paulistanos são assassinados, a sociedade então passa a apoiar a causa constitucional. No dia 9 de Julho de 1932, a revolução se espalha pelo estado. Os paulistas contavam com apoio de tropas de diversos estados, mas Getúlio Vargas conseguiu reter estaaliança, isolando São Paulo. Sem qualquer apoio, os paulistas tentaram defender o território estadual, mas sem saída o estado se rende em 28 de Setembro do mesmo ano. Mesmo com a vitória, Getúlio Vargas atende alguns pedidos dos republicanos, e aprova a Constituição de 1934, mesmo assim através de meios de propagandas a sociedade paulista conseguiu taxar Getúlio como um cruel ditador fascista.

OGoverno Constitucionalista de 1934 a 1937
Em 16 de julho de 1934 a nova Constituição é vigorada, trazendo novidades como o voto secreto tanto para homens como para mulheres, ensino primário

obrigatório, extinção do cargo de vice-presidente da República, mandato presidencial de 4 anos, vedado o direito à reeleição, leis trabalhistas como jornada de trabalho de oito horas, descanso semanalobrigatório e remunerado, férias remuneradas, proteção ao trabalho da mulher e do menor, indenização por dispensa sem justa causa, assistência e licença remunerada a gestantes e o primeiro presidente seria eleito de forma indireta pelos membros da Assembleia Constituinte. No dia 17 de julho de 1934 ocorreram as eleições para presidente, elegendo Getulio Vargas, pondo fim ao seu governo provisório. 

A...
tracking img