Equipe multiprofissional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1524 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
A proposta do trabalho em equipe tem sido veiculada como estratégia para enfrentar o intenso processo de especialização na área da saúde. Esse processo tende a aprofundar verticalmente o conhecimento e a intervenção em aspectos individualizados das necessidades de saúde, sem contemplar simultaneamente a articulação das ações e dos saberes.Equipe Multiprofissional de Saúde

Na antiguidade sábia eram, ao mesmo tempo, filósofos, matemáticos, astrônomos, engenheiros, artistas, escritores e etc.
Na área da saúde, até a primeira metade do século passado, cerca de quatro profissionais formalmente habilitados dominavam todo o conhecimento e exerciam todasas ações do setor. Nos tempos atuais, é totalmente impossível que apenas alguns profissionais exerçam, com toda eficiência necessária, o conjunto amplo e complexo das ações de saúde.

Temos, atualmente, 14 profissões de nível superior, reconhecidas pelo Conselho Nacional de Saúde como da área de saúde: Biomedicina, Biologia, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia,Fonoaudiologia, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional. Temos, ainda, inúmeras profissões formais de nível médio que participam ativamente da atenção à saúde.

As necessidades demandadas de saúde e o crescente desenvolvimento cientifico e tecnológico produziram estratégias e mecanismos para efetivar o trabalho em equipe, com qualidade eeficiência.

É compreensível, dentro das características contraditórias do ser humano, que o aumento de profissões e essa tentativa de criar o trabalho em equipe tenham criado polêmica, competição disputa por espaço e poder. A história da humanidade revela, entretanto, que existe sempre a possibilidade de se encontrar caminhos criativos e construtivos para equacionar problemas complexos, como otrabalho em equipe multiprofissional, é hoje, uma realidade insofismável e necessária em todos os espaços onde se praticam ações que visam melhorar a qualidade de saúde e de vida das populações. A questão é como fazê-la funcionar de modo homogêneo, democrático, agregador e cooperativo. Para o trabalho da equipe, três fatores devem ser abordados: capacitação profissional, a interface do trabalho dosprofissionais e a autonomia dos profissionais.

• A capacitação profissional esta diretamente relacionada com a formação acadêmica com a qualidade das instituições de ensino, com os projetos políticos - pedagógicos dos cursos e com o controle social que deve ser exercido sobre os profissionais. Para esse último item, os conselhos profissionais deveriam ter significativa participação dapopulação, em analogia ao que ocorre nos conselhos municipais, estaduais e federais. A autonomia dos profissionais parece-me ser o ponto crucial da polêmica do trabalho em equipe. Cada um dos 14 profissionais de saúde deve ter absoluta autonomia de trabalho naquilo que é claramente de sua área de competência, não podendo ser torturado ou comandado pelo outro.

• A interface do trabalho dosprofissionais é um tema complexo e difícil de equacionar. Pode se dizer, de maneira simplificada, que as áreas de competências de cada profissional são claras na grande maioria dos procedimentos e não há disputa em torno dessas. Há áreas de competência, entretanto, que são comuns e varias profissões algumas que são complementares algumas são imbricadas e algumas são de difíceis especificações.Seria uma boa estratégia política se fosse proposta uma lei para regulamentar o trabalho integrado da equipe multiprofissional.

• Um profissional da área da saúde é uma pessoa relacionada às ciências da saúde. Entre os diversos profissionais da área da saúde incluem-se os médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, nutricionistas, profissionais da Educação Física, Serviço Social,...
tracking img