Eq101

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2873 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
eq


| [pic] |Recebido | |
| | |[pic] |
| |em: ___/____/_____,| |
| |às ____:_____ h | |
| |por: _______________________ | |



EQ 101 B – Introdução a Processos eIndústrias Químicas


Prof. Reginaldo Guirardello



1o Semestre de 2012


Produção de Metanol

Etapa 1 – Pesquisa Bibliográfica





Equipe H



Beatriz David Padilha

Flávia Adduci

Isabella Silveira Pereira

Kátia Gouvêa de Oliveira



Campinas – SP

Abril/2012


Índice:



• Introdução ao processo de produção e Fluxogramas........2



• GrandezasRelacionadas ao Processo.................................8



• Aplicações.............................................................................11



• Empresas Produtoras..........................................................14



• Bibliografia............................................................................17Introdução

O metanol se destaca na indústria como matéria-prima de diversos produtos químicos, entre eles o formaldeído, ácido acético, metil aminas, MTBE (éter metil-terc-butílico), tereftalato de dimetila e cloreto de metila. Sendo que em 1994 a capacidade industrial de produção mundial de metanol foi de 24,2 milhões de toneladas métricas, e cerca de 85% foi utilizadacomo matéria-prima ou como solvente. Ele também pode ser utilizado como combustível de queima limpa.
Ao longo do tempo, seu modo de produção evoluiu. Durante o século XIX e inicio do século XX o metanol era produzido industrialmente a partir da destilação seca da madeira, e por isso ainda é conhecido como “álcool de madeira”. Na segunda década do século XX em 1913, uma empresa alemãchamada BASF revolucionou o processo de sintetização do metanol, produzindo-o a partir de uma reação catalisada (catalisador: ZnCr2O4) entre CO e H2 a temperaturas e pressões elevada (593K a 723K, e 25 a 35 MPa). A partir desse momento o metanol seria sintetizado industrialmente partindo-se do gás de síntese (mistura de H2, CO e CO2). Isso reduziu o custo de produção violentamente, e comoconsequência, permitiu que volumes muito maiores fossem produzidos.
Em 1966, ICI comercializou um processo de metanol que atualmente domina a indústria desse álcool em todo o mundo. Esse processo usa um catalisador muito mais ativo de óxido de cobre/zinco, mesmo que a atividade desse catalisador seja muito mais sensível a impurezas (envenenamento). A tecnologia de base óxido de cobre/zinco usatemperaturas e pressões mais moderadas (473K a 573K e 5 a 10 MPa) que a tecnologia de ZnCr2O4 reduzindo assim significativamente os custos de fabricação.
Nas indústrias, diferentes tipos de reatores de síntese de metanol adiabáticos e não adiabáticos são usados. Em um reator específico, o gás de síntese reage em sucessivos leitos de catalisadores adiabáticos. Em cada leito catalisador, as reaçõesquímicas exotérmicas aumentam a temperatura dos gases do reator de 313K para 363K. Entre os leitos, é injetado e misturado aos gases quentes do reator um “fresh feed” (“alimentação fresca”) de baixa temperatura. Essa forma de resfriamento de contato direto é usada para controlar a temperatura nos leitos do reator, para assim proteger o catalisador e limitar a formação de subprodutos.
O...
tracking img