Epopeia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3851 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Centro Educacional Paraíso do Estudante.

Redação

Belém, 30 de Abril de 2009



EpopeiaIntrodução
A epopéia ressurgiu no Classicismo como mais um exemplo da influência do mundo antigo. Na Grécia, Homero deixa para a humanidade as epopéias Ilíada e Odisséia; em Roma, Virgílio nos deixa Eneida. Mas o que é uma epopéia? Gênero que mais tarde será substituído pelo romance, a poesia épica era escrita em versos, caracterizando-secomo um longo poema narrativo. A história épica não pode ser comum; deve ser grandiosa, mostrando episódios de bravura, coragem, guerra. O herói será tio grandioso quanto seu povo, pois tal história terá a preocupação de contar as aventuras de todo um povo. Na sua forma mais tradicional, até mesmo deuses interferirão para o bem ou para o mal na vida dos personagens; é a presença do maravilhoso,isto é, o sobrenatural, ajudando na efabulação da história. Uma história desse porte, como se vá, não pode ser contada com uma linguagem comum, coloquial, cotidiana. A perfeição formal característica dos antigos e do clássico exige uma linguagem nobre, eloqüente, tio grandiosa quanto a própria história. Finalmente, a herança antiga prega também, o rigor na divisão do poema, que deve ser compostopor cinco partes.



A Escola literária

Devido às modificações ocorridas nas diversas atividades do homem e ao ressurgimento do interesse pela Antiguidade greco-latina, a arte tomará novos rumos. Os valores estéticos seguem as rígidas normas da cultura antiga.
A Razão é a palavra-chave da cultura renascentista. Em busca de equilíbrio, o homem acredita que deve manter-se centrado,evitando o predomínio da emoção. O racionalismo deveria controlar todo o sentimentalismo.
De influência antiga também é a crença de que existiria uma “autoridade” em matéria de beleza. Modelos de perfeição estética são definidos a fim de servirem como parâmetro, conceito chamado de mimese. Dessa maneira, obras da antiguidade clássica como Odisséia e Ilíada, de Homero e Eneida, de Virgíliopassam a ter seu estilo imitado pelos artistas do século XVI, buscando:
     
* Perfeição formal na correção gramatical, na linguagem erudita, no rigor métrico e rímico.
* Na utilização da mitologia pagã.
* Na utilização e distinção dos gêneros épico, lírico e dramático.
* Na busca de verdades universais.
*
Epopeia

A palavra épica vem do grego “épos”, narrativa, recitação. Apoesia épica surgiu, no Ocidente, com Homero, poeta grego que viveu entre os séculos IX e VIII a.C. e escreveu dois poemas que constituíram os primeiros modelos épicos: a Ilíada e a Odisséia. Depois de Homero, a poesia épica, seguindo certas normas tradicionais que se baseavam na obra do poeta grego, foi cultivada até o Romantismo.
Epopéia é um poema épico. Um poema heróico narrativo extenso,uma coleção de feitos, de fatos históricos, de um ou de vários indivíduos, reais, lendários ou mitológicos. A epopéia eterniza lendas seculares e tradições ancestrais, preservada ao longo dos tempos pela tradição oral ou escrita.

Divisão da epopeia
 O poema épico deveria ser dividido em cinco partes, a saber:
a) Proposição: em que o autor resumiria o assunto da obra.
b) Invocação: na qual oautor pedia a uma divindade que o inspirasse em sua criação.
c) Oferecimento: parte em que o autor dedicava seu poema a alguém. (Não era obrigatório.)
d) Narrativa: o corpo do poema propriamente dito.
e) Epílogo: desfecho do poema. (Não obrigatório.)
A poesia épica deveria conter o chamado "maravilhoso", isto é, a intervenção direta de seres sobrenaturais, quase sempre deuses da mitologia...
tracking img