Epidemiologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 66 (16302 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
DISCIPLINA DE EPIDEMIOLOGIA DEPARTAMENTO MATERNO-INFANTIL

FURG

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE

Assunto: • Medidas em epidemiologia

Professor: • Marlos Rodrigues Domingues

Objetivos: • • • • Definir as principais medidas usadas em estudos epidemiológicos; Mostrar as diferenças entre estas medidas; Demonstrar a utilidade de cada tipo de medida; Discutir alguns conceitos comunsvinculados às medidas.

Conteúdo: • • • • Medidas de (freqüência) ocorrência de doenças; Prevalência; Incidência; Conceitos: mortalidade - letalidade – morbidade.

Habilidades (o que se espera do aluno ao final do assunto): • • • Reconhecer as diferenças entre as medidas estudadas; Capacidade de aplicação dos conceitos de medidas e Identificar o tipo de medida aplicada em pesquisa.Bibliografia: Costa AJL e Kale PL (2002). Medidas de freqüência de doença. In: Medronho RA et al.. Epidemiologia. Rio de Janeiro, Editora Atheneu, páginas 15 – 31. ☺ Vaughan, JP e Morrow, RH. Princípios epidemiológicos. In: Epidemiologia para os municípios. Editora Hucitec, páginas 12 – 16.

MEDIDAS EM EPIDEMIOLOGIA

Esta unidade trata de medidas de ocorrência de doenças em epidemiologia, e estáapresentada na seguinte ordem: 1.1 Introdução; 1.2 Medidas de (freqüência) ocorrência de doenças; 1.3 Prevalência; 1.3.1 Determinação da prevalência; 1.4 Incidência; 1.4.1 Taxa de incidência; 1.4.2 Incidência acumulada (Cumulativa); 1.4.3 Diferenças entre taxa de incidência e incidência acumulada; 1.5 Conceitos: mortalidade - letalidade – morbidade.

1.1

Introdução

Um dos objetivos daepidemiologia é justamente medir (quantificar) as freqüências com que os problemas de saúde ocorrem. Qualquer resultado em epidemiologia, seja direcionado ao público leigo ou não, é muitas vezes apresentado numericamente, de forma a atrair a atenção do leitor, como por exemplo, no Brasil, 1% da população entre 15 e 49 anos está infectada com o vírus HIV. Tanto para os profissionais de saúde quanto para osleigos interessa saber o comportamento e as características numéricas dos males que atingem a população. Isso serve para além de mostrar o estado de saúde das populações, informar se os esforços de prevenção e combate a determinado problema estão surtindo o efeito desejado. As medidas de freqüência estão divididas e são definidas fundamentalmente por dois conceitos – a incidência e a prevalência.Uma referente aos estudos que ocorrem ao longo de um determinado tempo, com no mínimo duas coletas de dados, e outra obtida por uma coleta de dados única (pontual). Outros termos como mortalidade, letalidade e sobrevivência são variantes da incidência. Estas duas medidas de freqüência básicas em epidemiologia, prevalência e incidência são termos comumente mal empregados e às vezes não compreendidos.É comum lermos em jornais manchetes do tipo – “..hoje em Rio Grande existe uma incidência de 18% de desnutrição infantil...”. Na verdade o que o jornalista quis dizer é que a prevalência é de 18%. Para falarmos em incidência é preciso vincular a medida a um espaço de tempo e possuir no mínimo duas coletas de dados, e a comparação de uma com a outra é que vai nos dar a incidência. Uma analogiacomumente usada é dizer que a prevalência é uma foto, e a incidência é um filme. As medidas podem ser expressas como freqüências absolutas ou relativas, sendo as últimas mais comuns por possibilitarem a comparação entre populações distintas. Por exemplo, é preferível dizer que no HU de Rio Grande morrem 12 recém-nascidos por mil ao ano, do que dizer – no HU de Rio Grande morrem 84 recém-nascidos aoano. Ao acrescentar o termo “por mil” a porcentagem (1,2%) fica clara para o leitor, e em qualquer lugar do mundo ele pode comparar este dado. Numa cidade pequena onde nasçam mil crianças ao ano, se morrerem 20, o número absoluto (20) é menor do que o de Rio

Grande (84), no entanto a medida relativa é bem maior: 20/1000 contra 12/1000, ou 2% contra 1,2%. A escolha por medidas relativas ou...
tracking img