Epidemiologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1190 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INDICADORES DE SAÚDE

Os indicadores de saúde surgiram devido a necessidade de uma medida que expressasse o padrão de vida, representam uma medida indireta de saúde coletiva pelo o uso de coeficientes e índices de mortalidade. Usam-se os dados de óbitos em vez do número de casos, devido à dificuldade de se obterem dados de registros de pessoas com doenças específicas.
Os indicadores de saúde,tradicionalmente, têm sido construídos por meio de números. Em geral, números absolutos de casos de doenças ou mortes não são utilizados para avaliar o nível de saúde, pois não leva em conta o tamanho da população. Dessa forma, os indicadores de saúde são construídos por meio de razões, em forma de proporções ou coeficientes. As proporções representam o total de casos ou mortes, indicando aimportância desses casos ou mortes no conjunto total. Os coeficientes (ou taxas) representam o “risco” de determinado evento ocorrer na população.
Esses indicadores podem ser expressos em termos de frequência absoluta ou como frequência relativa, onde se incluem os coeficientes e índices. Os valores absolutos são os dados mais prontamente disponíveis e, frequentemente, usados na monitoração daocorrência de doenças infecciosas; especialmente em situações de epidemia, quando as populações envolvidas estão restritas ao tempo e a um determinado local, pode assumir-se que a estrutura populacional é estável e, assim, usar valores absolutos.

Coeficientes (ou taxas ou rates). São as medidas básicas da ocorrência das doenças em uma determinada população e período. Para o cálculo dos coeficientes outaxas, considera-se que o número de casos está relacionado ao tamanho da população que lhes deu origem. O numerador refere-se ao número de casos detectados que se quer estudar (por exemplo: mortes, doenças, fatores de risco etc.), e o denominador refere-se a toda população capaz de sofrer aquele evento é a chamada população em risco. O denominador, portanto, reflete o número de casos acrescido donúmero de pessoas que poderiam tornar-se casos naquele período de tempo. Às vezes, dependendo do evento estudado, é preciso excluir algumas pessoas do denominador.

Escolha da constante: a escolha de uma constante serve para evitar que o resultado seja expresso por um número decimal de difícil leitura (por exemplo: 0,0003); portanto faz-se a multiplicação da fração por uma constante (100, 1.000,10.000, 100.000). A decisão sobre qual constante deve ser utilizada é arbitrária, pois depende da grandeza dos números decimais; entretanto, para muitos dos indicadores, essa constante já está uniformizada. Por exemplo: para os coeficientes de mortalidade infantil utiliza-se sempre a constante de 1.000 nascidos vivos.
Intervalo de tempo: é preciso especificar o tempo a que se referem oscoeficientes estudados. Nas estatísticas vitais, esse tempo é geralmente de um ano. Para a vigilância, pode decidir-se por um período bem mais curto, dependendo do objetivo do estudo.

Estabilidade dos coeficientes: quando se calcula um coeficiente para tempos curtos ou para populações reduzidas, os coeficientes podem tornar- se imprecisos e não ser tão fidedignos. Gutierrez, no capítulo da epidemiologiada tuberculose, exemplifica de que forma o coeficiente de incidência para tuberculose pode variar, conforme o tamanho da população. Para contornar esse problema, é possível aumentar o período de observação ou utilizar números absolutos no lugar de coeficientes.

População em risco: refere-se ao denominador da fração para o cálculo do coeficiente. Nem sempre é fácil saber o número exato dessedenominador e muitas vezes recorrem-se as estimativas no lugar de números exatos.

Coeficientes e Índices

Os coeficientes mais utilizados em saúde são os de mortalidade, prevalência e incidência. Os índices mais utilizados são os de Swaroop e Uemura, à mortalidade infantil proporcional e o percentual de casos de óbitos no total dessas ocorrências por variáveis especifica.

Morbidade

A...
tracking img