Epicuro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2068 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Epicuro

Alunos (as):
Série/Turma:
Disciplina:
Professora:



Índice

* Introdução Pág. 02
* Desenvolvimento Pág. 03,04,05,06
* Conclusão Pág. 07
* Bibliografia Pág. 08

01

Introdução

Este trabalho irá falar sobre um grande filósofo grego, Epicuro. Seuprincipal questionamento foi : como podemos ser feliz? Sua resposta, através do prazer, mas não do prazer do corpo e sim do prazer da alma. Iremos conhecer a grande importância desse homem na filosofia e também na ciência.

02
Epicuro
No ano de 306 a.C., o filósofo grego Epicuro, então com 36 anos, abriu sua escola em Atenas. Para tal, ele comprara uma casa com jardim e, e em vez detrancafiar-se numa sala com os alunos, preferia ficar ao ar livre, conversando com eles. Observadores da época diziam que não parecia um mestre rodeado se alunos, mas sim um grupo de amigos que filosofavam juntos. Aquele sábio simpático e hospitaleiro se debruçou por uma pergunta que inquieta o homem há séculos: como podemos ser mais felizes? Sua resposta; por meio do prazer. Essa filosofia do prazerinfluenciou diretamente não só a sociedade grega, mas principalmente a romana, e chegou a ser deturpada ao ser vista como uma busca irrefletida do prazer carnal. Também teve grande influencia sobre a ciência moderna ao estabelecer os alicerces do que seria a teoria atômica.
Vida
Epicuro nasceu em janeiro de 341 a.C., Na ilha de Samos. Sua família fazia parte da nobreza falida de Atenas e viajara paraSamos na qualidade de colonos. Seu pai, Néocles, era mestre-escola, e sua mãe, Querestrata, era curndeira e adivinhava o futuro. Ele costumava ir com a mãe á casa de pessoas doentes para afastar o mau-olhado e curar doenças. Essa experiência infantil lhe deu uma boa idéia das crenças e surpetições dos gregos, que ele iria criticar durante em sua filosofia.
Desde pequeno, Epicuro se destacavapela inteligência e pelo espírito indagador. Aos 14 anos, quando o professor lhe ensinava o verso de Hesíodo, segundo qual no principio todas as coisas vieram do caos, ele perguntou: “e o caos de onde veio?”. O professor, aturdido, não soube o que fazer e respondeu que esse tipo de pergunta deveria ser feita diretamente aos filósofos. E foi o que Epicuro fez. Estudou vários sistemas filosóficos,entre eles e sem aprofundá-los. Com o tempo, sua inteligência foi reunindo em torno de si um grupo de discípulos que o seguiam como a um mestre e o acompanharam quando ele foi para Atenas. Acredita-se, inclusive, que o dinheiro para comprar o jardim que o tornariam conhecido veio de um aluno.
03
A instituição onde ele lecionava ficou conhecida como “escola do jardim”. Também não havia um horáriopara as aulas, já que a qualquer momento ele podia se visto lá, ou cuidando das plantas, ou conversando com seus discípulos. A personalidade de Epicuro foi fundamental para fazer com que o grupo permanecesse unido (tanto que mesmo os inimigos do epicurismo admitiam que a escola nunca teve cisões ou brigas). Segundo relatos da época, o mestre era caridoso com os irmãos, brando para com os escravos eprocedia co afeto para com todas as pessoas. Uma das questões principais que ocupavam o tempo desse grupo de amigos era a felicidade. É compreensível que essa fosse uma preocupação principal numa cidade que já fora gloriosa e que na época vivia em decadência, devastada por guerras. Uma outra escola, os estoicos, o mundo era governado por um determinismo implacável do qual não se podia fugir, e areceita da felicidade estava em aceitar o que a vida nos dava. Uma anedota ajuda a compreender esse ponto de vista. Dizem que Zenão, criador do estoicismo, castigava um escravo por sua falta quando este argumentou que não tinha culpa, pois, segundo a filosofia de seu senhor, ele estava condenado, por toda eternidade, a cometer aquela falta. Zenão replicou que, da mesma forma, ele estava...
tracking img