Epi e epr

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2294 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
2. EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO

2.1. EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL

2.1.1. Introdução
Dentre a grande variedade de materiais que o Corpo de Bombeiros dispõe para o atendimento de ocorrências, há um grupo que a maioria conhece, mas esquece de usá-los durante o atendimento das emergências.


2.1.2. Conceito
Entendemos por EPI todoequipamento ou dispositivo de uso pessoal destinado a preservar a integridade física do bombeiro ao desempenhar suas missões. Lembramos que o EPI não torna o bombeiro imune a todos os riscos, nem evita que ele sofra algum acidente. Seu principal objetivo é evitar danos a integridade física do usuário e minorar as consequências dos acidentes. Isso significa que mesmo utilizando devidamente o equipamento, obombeiro deve resguardar-se e se expor o mínimo necessário, pois como já dissemos, o EPI diminui os danos causados pelos acidentes, mas não consegue evitá-los. Cada bombeiro deve ter consciência que seu uso é obrigatório e melhora a capacidade técnico-operacional.


2.1.3. Tipos


2.1.3.1. Capacete
O modelo GALET que atualmente é usado no CB é de origem francesa,oferecendo ao usuário proteção total e multidirecional da cabeça contra impactos, produtos químicos corrosivos, radiação de calor, descargas elétricas e proteção da face. Confeccionado em policarbonato, com viseira interna, viseira externa e jugular. A viseira externa ou espelhada recebe um banho especial de material refratário o que permite uma aproximação maior das fontes de calor. Indicamos ouso do capacete nas ocorrências de incêndio, rescaldo, acidente automobilístico, exploração em local de difícil acesso, galerias, poços, capturas de animais agressivos, desabamentos, soterramentos etc.

1


2 2.1.3.2. Capa

Importada dos EUA, é confeccionada com materiais que oferecem maior resistência quando da aproximação de uma fonte de calor. É composta pelo forro, parte externa,botões de pressão, mosquetões e gola com velcro. Perde sua eficiência e eficácia quando utilizada sem o forro. Apesar de alta resistência ao fogo, não é à prova de fogo, pois trata-se de roupa para aproximação. Indicamos seu uso no atendimento de incêndios, rescaldos, acidente automobilístico, exploração em local de difícil acesso, galerias, poços, capturas de animais agressivos, desabamentos,soterramentos, além de proteger contra o frio e abrasões dos membros superiores e tórax. Devemos usá-la com os botões totalmente fechados.



3 2.1.3.3. Bota

De origem americana, possui biqueira e palmilha em aço inoxidável. Protege os pés do calor, frio, cortes, perfurações e quedas de objetos. Em contato com algumas substâncias sofre reação química, apresentando aspectoesbranquiçado. Indicamos seu uso no atendimento de incêndios, rescaldos, acidente automobilístico, exploração em local de difícil acesso, galerias, poços, capturas de animais agressivos, trabalho em córregos de pouca profundidade, desabamentos e soterramentos. É também um EPI de aproximação ao calor, mas não é à prova de fogo.



4 2.1.3.4. Luva

As principais luvas usadaspelo CB são de vaqueta, raspa e incêndio. A luva de vaqueta é indicada para corte de árvores, manuseio de ferramentas desencarceradoras, trabalhos em altura, uso de motoabrasivo. A luva de raspa tem grande utilidade na remoção de materiais, rescaldos, ferramentas pesadas, cabos de aço e serviços pesados em geral. Como luva de incêndio, entendemos aquela específica para atuações em ocorrências onde ocontato com o fogo é constante e para tanto, foi desenvolvida e confeccionada. Alguns bombeiros usam luvas de raspa e vaqueta em ocorrências de incêndios onde é grande o risco de acidentes uma vez que as mesmas não foram desenvolvidas para tal atividade.



5 2.1.3.5. Cinto Alemão

O cinto alemão ou cinto de segurança de bombeiro permite ao usuário ancorar-se em escadas,...
tracking img