Epa - skol

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1325 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A Estratégia Competitiva
 Busca de uma posição competitiva favorável em uma indústria. A
estratégia competitiva visa estabelecer uma posição lucrativa e
sustentável contra as forças que determinam a concorrência na
indústria.

A Estratégia Competitiva
 Duas questões centrais baseiam sua escolha:
 atratividade da indústria
 determinantes da posição competitiva relativa dentro de umaindústria

Estrutura industrial
 Indústria é o grupo de empresas que fabricam produtos que
podem substituir o meu por serem bastante semelhantes.
 O vigor das 5 forças varia de indústria para indústria
 Tem uma forte
competitivas

influência

na

determinação

das

regras

Rentabilidade
 A rentabilidade da indústria torna ela atraente

 Entrar em uma indústriarentável não significa ser uma
empresa rentável e nem o contrário
 A rentabilidade não é em função da aparência do produto ou
de se ele engloba alta ou baixa tecnologia, mas da estrutura
industrial

Valor
 Rentabilidade superior a média da indústria
 Propostas efetivas

Margem lucrativa

O Modelo das 5 Forças
 Ferramenta de análise

 Modelo da Rivalidade ampliada

O Modelo das 5Forças

Exemplo
Indústria da cerveja no Brasil

Rivalidade entre concorrentes
 Atualmente a indústria cervejeira no Brasil é dominada pela
Ambev, proprietária de grandes marcas como Brahma, Skol,
Antártica e Budweiser. Ainda há outros grandes grupos como
a Cervejaria Petrópolis e Heineken.
 A cerveja ainda concorre com todas as outras bebidas
alcoólicas e até mesmo sem álcool. Oconsumo de cerveja
ainda é ameaçado por aumento das penas para quem bebe e
dirigi além de outros movimentos contra o ato de ingerir
bebidas alcoólicas.

Exemplos

Poder de barganha dos fornecedores
 Os fornecedores possuem pouco poder de barganha porque
no Brasil as empresas que produzem cerveja são mais
concentradas e maiores do que as dos fornecedores de
matéria prima, como o malte eo lúpulo, além de uma das
principais matérias primas da cerveja ser a água, que se
encontra em abundância no nosso país.

Ameaça de produtos substitutos
 A cerveja possui muitos apreciadores e por isso a sua
substituição é mais difícil de ocorrer, há cervejas sem álcool
para quem não quer ou não pode consumir álcool e há muitos
jovens que trocam a cerveja por outras bebidas levementealcoólicas como os coolers.

Poder de barganha dos
compradores
 Os compradores são principalmente grandes varejistas que
brigam por preços menores, ao mesmo tempo estes varejistas
não podem ficar sem as principais marcas e isso faz com que
o poder de barganha seja equilibrado.

Ameaça de novos entrantes
 As barreiras para os novos entrantes são: Exigências de
economias de escala,acesso aos canais de distribuição e
diferenciação do produto.
 As grandes empresas já estabelecidas na indústria da cerveja
possuem suas produções em grandes escalas e possuem
uma qualidade grande, que um novo entrante deve se igualar
ou superar e seu tamanho permite que as grandes empresas
possuam melhor acesso aos canais de distribuições.

Estrutura industrial e necessidades
doscompradores
 Uma indústria deve satisfazer as necessidades de seus
compradores.
 Pré-requisito para ser rentável.

 A empresa consegue captar o valor que elas criam para seus
compradores?

Estrutura industrial e o equilíbrio entre
a oferta e a procura
 A oferta e procura afeta a lucratividade da empresa a curto
prazo.

 Enquanto a estrutura industrial afeta a lucratividade a longoprazo.
 A estrutura industrial regula o equilíbrio entre oferta e procura,
bem como a duração dos desequilíbrios.

Estrutura favorável e estrutura desfavorável
 Estruturas onde o comprador possui grande poder de
negociação ou uma rivalidade muito intensa entre os
concorrente são desfavoráveis.
 Estruturas favoráveis permitem que as empresas obtenham
lucros extraordinários durante um...
tracking img