Envelhecimento saudavel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2173 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Teorias do Envelhecimento: Causas e Mecanismos
Thiago Monaco – Professor da Disciplina de Geriatria da UNISA Curso Atualização em Geriatria – SGHC FMUSP

Plano de trabalho

I. O envelhecimento não é o que todos pensam II. Por que envelhecemos ? - Três hipóteses

III. Como envelhecemos – Mecanismos Biológicos

I – O que é envelhecer

O que ? Por que? Como? Irreversível?
Senescência  processo(s) amplamente misterioso(s)

 Não há consenso sobre sua(s) causa(s)
 Fácil confundir causas e efeitos da senescência

Onde está a causa?
 Mudanças simultâneas em diferentes tecidos

 Um tecido predominante? Encéfalo?
 Um tipo de células (células tronco da medula óssea?)  O sistema endócrino regula o processo?   apesar da controvérsia, parece que mudançasintracelulares intrínsecas, moduláveis por fatores externos (como hormônios) desempenham papel predominante.

O Envelhecimento Humano então...
 Falta de modelos adequados  Duração da vida humana vs tempo de estudo  Não há evidência de que espécies diferentes

envelheçam por processos iguais!

Envelhecer não é o que a maioria pensa

Um carro novo sofre a ação do tenmpo....

... E envelhecepor causa desta ação

seres vivos...
Têm capacidade de auto-reparo!

Alguns têm muita capacidade!

Espécies com senescência desprezível...

... Morrem por acaso: •Fome •Doenças fortuitas •Predação •Acidentes •Mas não apresentam maior risco de morrer com o tempo!

Williams (1957)

“A senescência dos

dentes humanos não consiste do seu desgaste mecânico, mas da falta de reposiçãoquando desgastados”

Uma menina brinca na idade de um rato velho...

Uma jovem planeja seu futuro na idade em que seu cão já não quer mais brincar...

Este casal se casa na idade em que seu cavalo já não os pode mais levar...

Na idade em que este senhor passa a idoso, o elefante já é muito idoso!

Mas todos eles se desenvolvem de forma MUITO parecida

Este declínio nacapacidade funcional é uma boa medida clínica do processo de envelhecimento!

Senescência
Queda na capacidade Funcional Declínio na fertilidade
Aumento da mortalidade

Medida demográfica - Mortalidade

Taxas de mortalidade, expressas em mortes por 100.000 pessoas, em função da idade para a população (EUA, 2002). A linha preta representa a função de Gompertz extrapolada a partir das taxas demortalidade após a maturidade. Fonte: CDC/NCHS, National Vital Statistics System, Mortality.

Medida demográfica

Mortalidade mínima

Taxas de mortalidade, expressas em mortes por 100.000 pessoas, em função da idade para a população (EUA, 2002). A linha preta representa a função de Gompertz extrapolada a partir das taxas de mortalidade após a maturidade. Fonte: CDC/NCHS, National VitalStatistics System, Mortality.

MRDT – Mortality Rate Doubling Time
 Em espécies que envelhecem, existe um intervalo de

tempo constante em que a mortalidade dobra (MRDT)  O MRDT é representativo da velocidade de envelhecimento de uma espécie  É específico para cada espécie (Nossa: cerca de 8,8 anos)  Na espécie humana, a expectativa de vida ao nascer variou de cerca de 30 anos no início da eraCristã para até 80 anos aualmente.  Nestes 2 mil anos, o MRDT não mudou.

Sincronização entre pico de capacidade funcional, maturação sexual e mínima mortalidade

II – Por que envelhecemos?

Hipóteses evolucionárias

Características são transmissíveis
(Conhecimento antigo!!)

Famílias Nobres - registro

Charles Darwin elucidou o mecanismo de seleção natural das variaçõesespontâneas (mais tarde descrita como as mutações genéticas!)

Teoria amplamente aceita no meio biológico

Mas....

Se o envelhecimento é deletério e biologicamente evitável, como pôde ser amplamente mantido ao longo da evolução?

O que a seleção natural não é
 “morte do mais fraco”  “sobrevivência do mais forte”

 “sobrevivência do mais apto”

O conceito é mais complexo!
 Para...
tracking img