Entrevista com candidatos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1387 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Conte-nos um pouco de sua história

Adolpho Crispim – Bem, meu nome é Adolpho Sousa Crispim, tenho 38 anos, filho de Everaldo Crispim e Maria de Jesus. Casado com Gilmara e pai de duas filhas, Bianca e Maria Clara. Sou representante comercial a mais de 15 anos. Comecei como representante na empresa Carreiro daqui de Patos depois representei outras empresas daqui, e também de Franca, NovaSerrana, Novo Hamburgo, Jaú, Goiânia, Salvador, São João Batista e Campina Grande. Hoje represento duas grifes de moda femininas de dois grandes grupos, um de Santa Catariana e outro do Paraná. Recentemente abri uma loja no centro de Patos.

Fatos e Cena - Na sua idade e com sua formação, embora trabalhando e com uma vida equilibrada, a palavra “Sonho” ainda faz parte do seu futuro?

AdolphoCrispim - ´´ O HOMEM É DO TAMANHO DO SEU SONHO ``. Partindo disso te falo que tenho muitos sonhos. A cada sonho realizado outros florescem. Mas em especial tenho um sonho; queria muito ver nosso país sem tanta corrupção. Ver nossa cidade com mais oportunidades para a juventude, com um parque industrial organizado e crescente. Patos é uma cidade linda, nasci aqui, meus avós foram comerciantes aqui,meu pai é comerciante aqui, eu trabalho e moro aqui, meus filhos e meus netos provavelmente vão morar aqui. Então sonho ver minha cidade sendo referência de qualidade de vida, oferecendo uma boa educação, saúde e oportunidades para todos que aqui vivem.

Fatos e Cena - Perseverança e luta tem parecido uma bandeira na sua vida. Com essas duas palavras é fácil ligar à cidade de Patos?

AdolphoCrispim - Muitos falam que sou visionário e sonhador, realmente eu sou um sonhador. Mas meus sonhos vêm carregados de perseverança e atitude, na minha vida nada foi fácil nem tão pouco caiu do céu. Construí minhas oportunidades a base de muita luta e trabalho. Hoje vejo que tenho mais trabalho e mais lutas pela frente. Isso me encoraja mais e mais, pois gosto do desafio, desafio esse que me liga aPatos. Nasci no ramo de calçados, vivi menino a época de ouro do calçado patoense, hoje vejo essa indústria em decadência e sei que posso ajuda-la, pois conheço todos os grandes polos calçadistas do Brasil e como funcionam. Esse talvez seja o maior e mais duro desafio que tenha pela frente, mas como os outros eu enfrentarei. Muitos têm esse mesmo desejo, juntos vamos lutar por esse sonho de ver oramo de calçados e a indústria patoense em alta novamente.

Fatos e Cena - O que você está achando da atual conjuntura política da cidade? Concorda?

Adolpho Crispim - Não concordo. Acho que poderíamos ter mais opções. Precisamos debater os problemas da nossa cidade. Patos tem uma guerra histórica entre dois grupos e isso não é bom. Seria interessante ver na disputa 4 ou 5 candidatos aprefeito, apesar de achar que tanto Francisca Motta como Dinaldinho serem bons candidatos, precisaríamos de mais pessoas disputando as eleições. Seria bom para Patos, pois o debate seria amplo. A renovação é importante para democracia, pois cria novos campos de pensamentos e novas correntes de crescimento.

Fatos e Cena - Não é fácil ser vendedor. Como você vê ser tão fácil a compra de votos?Adolpho Crispim - Realmente é um absurdo, a compra de voto vem da certeza da impunidade. As pessoas não entendem que até o assistencialismo é compra de voto e é a mais cruel das compras de voto, pois aproveita a necessidade humana, a miséria do nosso povo, em troca de votos. Não entendo como alguém pode fazer isso e achar normal, acho baixo, pequeno, impuro. As pessoas têm que ser eleitas pelassuas ideias e atitudes e não pela força econômica. Muitos usam a própria estrutura do SUS para comprar votos, causando um prejuízo enorme para os usuários que realmente precisam e não são apadrinhados por políticos. Isso precisa ser combatido.



Fatos e Cena - Você tem reclamado muito através das redes sociais os possíveis esquecimentos estruturantes das administrações da cidade. No que...
tracking img