Entraves do desenvolvimento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1096 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Ao ministrarmos este trabalho, iremos falar um pouco sobre os Entraves do Desenvolvimento: O Tradicionalismo que devido a sua cultura interfere no desempenho pessoal e social do indivíduo e a Questão Racial que à anos vem sendo barreira para o crescimento pessoal e econômico da população estigmatizada, falaremos também sobre a Periferia relacionando aos problemas sociais, etoda história que os fundamenta, assim como a Marginalidade partindo do princípio de estar à margem da sociedade, em vez de partirmos para o lado da criminalidade, procurando de forma objetiva e clara, explicar estes acontecimentos, buscando de forma sucinta diferenciar um fator do outro puxando para o contexto sociológico.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Ao término deste trabalho, tivemos acerteza que os fatores sociais sempre interferiram na vida e no destino de parte da sociedade brasileira e, porque não dizer mundial, o êxodo rural e urbano foi o fator determinante, para desencadear todo esse processo de desestruturação nas grandes metrópoles, observamos que ninguém vive em periferias ou na marginalidade por escolha, a inúmeros problemas sociais envolvidos neste contexto social, eque muitas vezes a solução não depende só de você, é nescessário a intervenção do estado e da sociedade em busca de alternativas que amenizem e resolvam estes problemas.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
COELHO, Marcelo. Folha de São Paulo, 7 de julho de1995. Caderno ilustrado; Sociologia contemporânea. Internet.

SUMÁRIO

TEMAS: - Entraves de Desenvolvimento: Tradicionalismo e questão racial.- Periferia, como fato social.
- Marginalidade, uma questão social.

1º Momento: Abertura do seminário com apresentação da equipe, resumo dos temas a ser explanado, e apresentação de um vídeo reflexivo para despertar a turma para os temas.

2º Momento: Apresentação dos temas pelo grupo, os slides e debate com a turma.

3º Momento: Encerramento daapresentação com exposição de um vídeo e as considerações finais.

DESENVOLVIMENTO
ENTRAVES AO DESENVOLVIMENTO: o tradicionalismo e a questão racial.
Cada estágio de desenvolvimento econômico representa o grau de avanço de uma sociedade em relação à meta almejada.
Muitos teóricos desenvolvimentistas identificam, como causa do subdesenvolvimento, o apego ao tradicionalismo. Afirma-se quenos países subdesenvolvidos, haveria extremo apego às questões tradicionais, prevalecendo trocas de favores motivadas por relações familiares e religiosas.
Decorrente da ideia de que todas as nações visam o mesmo objetivo e dependem apenas de sua organização interna para alcança-lo, é a teoria que atribui os reveses nessa marcha a “entraves”, ou seja, as dificuldades adivinhas de umaconstituição inadequada.
Um desses entraves seria o clientelismo, tipo de relação existente entre os membros de uma sociedade, dando prioridade às relações de parentesco e amizade em detrimento de relações mais impessoais, mas capazes de gerar lucro. Fazendo prevalecer essas sociedades de tradicionalistas, apegadas demais as antigas formas de existência e subsistência, não conseguiriam sedesenvolver.
Os negros também foram responsabilizados pelo atraso do continente, muito embora toda riqueza das colônias ibéricas tivesse vindo do trabalho dos escravos negros. Afirmava-se que os africanos, como de resto todos os povos tropicais, eram pouco afeitos às atividades realmente produtivas e incapazes de atingir a civilização. Desse modo, contribuíram para a difusão de preconceitosraciais desde o final do século passado até a atualidade. Buscando justificativas nas condições internas dos países “subdesenvolvidos”, capazes de explicar o seu atraso, lançou-se mão de argumentos preconceituosos e racistas. Raça, tradição e até mesmo a nacionalidade.

PERIFERIA COMO FATO SOCIAL

O conceito de periferia diz respeito ao que em uma sociedade, é irrelevante e até anormal...
tracking img