Ensino medio

Neste trabalho iremos entender a reprodução sobre Vírus, Bactérias, Bananeiras, Peixes, Anfíbios, Reptes, Aves e Mamíferos. Iremos descobrir como se reproduzem...
Vírus – Reprodução
Como já foi visto o vírus são formados por uma cápsula de proteína com o material genético dentro. E eles se reproduzem assim:
1.Um determinado vírus penetra uma célula ( animal ou vegetal) ou insere dentro delao seu material genético. Por isso dizemos que os vírus são considerados parasitas intracelulares obrigatórios, pois requerem uma célula para se multiplicarem.
2.Uma vez dentro da célula o vírus se “desmonta” e deixa na célula o seu material genético.
3.Então, ele usa todo o “maquinário” da célula para se reproduzir. As organelas e o DNA da célula hospedeira são usadas.
4.Assim, o vírus“desmontado” faz várias cópias de si mesmo. Os novos vírus rompem a membrana citoplasmática da célula e ficam livres para infectar novas células.
Neste processo alguns vírus deixam uma parte do seu material genético com as células do ser vivo hospedeiro. Acredita-se que , talvez , seja assim que se forme alguns tipos de câncer.
Os vírus também são usados como uma micro -seringa, para colocar oDNA modificado dos alimentos transgênicos de volta para a planta. Assim se modifica o DNA daquela planta – para ficar mais resistente as pragas ( por exemplo) . E se troca o material genético de um vírus ( que infecta a planta) pelo DNA modificado. Deixa-se o vírus infectar o vegetal e pronto… Teremos um vegetal modificado geneticamente.
Bactérias – Reprodução.
A reprodução mais comum nasbactérias é assexuada por bipartição ou cissiparidade. Ocorre a duplicação do DNA bacteriano e uma posterior divisão em duas células. As bactérias multiplicam-se por este processo muito rapidamente quando dispõem de condições favoráveis (duplica em 20 minutos).
A separação dos cromossomos irmãos conta com a participação dos mesos somos, pregas internas da membrana plasmática nas quais existem também asenzimas participantes da maior parte da respiração celular.
Esporulação
Algumas espécies de bactérias originam, sob certas condições ambientais, estruturas resistentes denominadas esporos. A célula que origina o esporo se desidrata, forma uma parede grossa e sua atividade metabólica torna-se muito reduzida. Certos esporos são capazes de se manter em estado de dormência por dezenas de anos. Aoencontrar um ambiente adequado, o esporo se reidrata e origina uma bactéria ativa, que passa a se reproduzir por divisão binária.
Os esporos são muito resistentes ao calor e, em geral, não morrem quando expostos à água em ebulição. Por isso os laboratórios, que necessitam trabalhar em condições de absoluta assepsia, costumam usar um processo especial, denominado autolavagem, para esterilizarlíquidos e utensílios. O aparelho onde é feita a esterilização, a autoclave, utiliza vapor de água a temperaturas da ordem de 120ºC, sob uma pressão que é o dobro da atmosférica. Após 1 hora nessas condições, mesmo os esporos mais resistentes morrem.
A indústria de enlatados toma medidas rigorosas na esterilização dos alimentos para eliminar os esporos da bactéria Clostridium botulinum. Essa bactériaproduz o botulismo, infecção frequentemente fatal.
Reprodução sexuada
Para as bactérias considera-se reprodução sexuada qualquer processo de transferência de fragmentos de DNA de uma célula para outra. Depois de transferido, o DNA da bactéria doadora se recombina com o da receptora, produzindo cromossomos com novas misturas de genes. Esses cromossomos recombinados serão transmitidos àscélulas-filhas quando a bactéria se dividir.
A transferência de DNA de uma bactéria para outra pode ocorrer de três maneiras: por transformação, transdução e por conjugação.
Transformação
Na transformação, a bactéria absorve moléculas de DNA dispersas no meio e são incorporados à cromatina. Esse DNA pode ser proveniente, por exemplo, de bactérias mortas. Esse processo ocorre espontaneamente...
tracking img