Ensino da matematica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 37 (9050 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Composição étnica do Brasil




Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.



|Grupos étnicos no Brasil[1][2][3] |
|Etnia | | |Porcentagem | |
|Brancos |   |47,3% |
|Pardos |   |43,1% |
|Pretos |   |7,6% |
|Amarelos |   |2,1%|
|Indígenas |   |0,3% |


A composição étnica da sociedade brasileira é resultado de uma confluência de pessoas de várias origens étnicas diferentes, dos povos indígenas originais, até a chegada dos colonizadores portugueses,[4] escravos negros africanos[4] e de recentes ondas imigratórias de europeus,[4] árabes e japoneses, além de outrospovos asiáticos e de países sul-americanos.

Nos séculos XIX e XX, a cultura brasileira tem promovido uma integração emiscigenação racial.[5] No entanto, as relações raciais no Brasil não têm sido harmônicas, especialmente em relação ao papel de desvantagem dos negros brasileiros e indígenas, grupos fortemente explorados no período colonial do país, que tendem a ocupar posições menos prestigiadas nasociedade brasileira moderna.

A análise de marcadores genéticos revelam que os brasileiros de todas as regiões do país são racialmente mistos e predominantemente de origem européia - incluindo a maioria das pessoas que se definem como pardas e negras.[4] Este é o resultado de deliberadas políticas de "branqueamento racial" prosseguidas pelo Imperador Dom Pedro II e pelos governos da RepúblicaVelha, que se manifestam na seleção de imigrantes brancos, sob a influência das teorias racialistas de Gobineau.[4] Uma pesquisa realizada com mais de 34 milhões de brasileiros, dos quais quase vinte milhões se declaram brancos, perguntou a origem étnica dos participantes de cor ou raça branca. A maioria apontou origem brasileira (45,53%). 15,72% apontou origem italiana, 14,50%portuguesa,6,42% espanhola, 5,51% alemã e 12,32% outras origens, que incluem africana, indígena, judaica e árabe.[6]

O Brasil pode ser apontado como um exemplo de que o conceito de "raça" é uma construção social,[7] e que o que é entendido como "raça" em uma sociedade não é o mesmo que é entendido como tal em outra.



| |


[pic]Ver artigo principal: Brasileiros brancos

[pic]
[pic]Imigrantes italianos posando parafotografia no pátio central da Hospedaria dos Imigrantes (atual Memorial do Imigrante), ca. 1890.

Os brancos autodeclarados compõem cerca de 49,9% da mesma, somando cerca de 93 milhões de indivíduos.[8] Estão espalhados por todo o território brasileiro, embora a maior concentração esteja no Sul e Sudeste do Brasil. Consideram-se brancos os descendentes diretos oupredominantes de europeus e de outros povos de cor branca.

Uma pesquisa realizada com mais de 34 milhões de brasileiros, dos quais quase vinte milhões se declaram brancos, perguntou a origem étnica dos participantes de cor ou raça branca. A maioria apontou origem brasileira (45,53%). 15,72% apontou origem italiana, 14,50% portuguesa, 6,42% espanhola, 5,51% alemã e 12,32% outras origens, queincluemafricana, indígena, judaica e árabe.[9]

Os números condizem fortemente com o passado imigratório no Brasil. Entre o final doséculo XIX e início do século XX, sobretudo após a Abolição da Escravatura, o Estado brasileiro passou a incentivar a vinda de imigrantes para substituir a mão-de-obra africana. Entre 1870 e 1951, de Portugal e da Itáliachegaram números próximos de imigrantes, cercade 1,5 milhão de italianos e 1,4 milhão de portugueses. Da Espanha chegaram cerca de 650 mil e da Alemanha em torno de 260 mil imigrados. Os números refletem as porcentagens das origens declaradas pelos brancos brasileiros.[10]

É notório, porém, que quase metade dos brancos pesquisados declararam ser de origem brasileira. É explicável pelo fato de aimigração portuguesa no Brasil ser bastante...
tracking img