Ensina se filosofar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3467 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ARTIGO

ENSINA-SE A FILOSOFAR, FILOSOFANDO

ENSINA-SE A FILOSOFAR, FILOSOFANDO

José Gonzalo Armijos Palacios (UFG)
garmijos@cultura.com.br

Resumo: Se não se ensina filosofia, mas a filosofar (Kant), como se ensina a filosofar? Obviamente, filosofando. Por outro lado, se a filosofia não se define por um objeto próprio nem a distingue um só método privilegiado, em que consiste, então,essa ação que o filosofar aponta? Que a filosofia não se define por um objeto nem por um método parece claro. No entanto, algo, em geral, deve caracterizar o filosofar. O que parece caracterizá-lo, mesmo que negativamente, é a tentativa de resolução de problemas que, com o resultado de outras ciências ou do conhecimento obtido em outras áreas da atividade humana, são impossíveis de serem resolvidos.Isso nos leva ao objeto desta comunicação: discutir como, efetivamente, é possível ensinar a filosofar e não simplesmente ensinar [história da] filosofia. Ensina-se a filosofar como se ensina outra atividade qualquer: pelo exemplo. Neste caso, pelo exemplo de um agir filosofante, ou seja, discutindo, avaliando e procurando respostas aos problemas que a cada um de nós, filosoficamente, nospreocupam. Palavras-chave: Filosofia, definição, método.

Sempre que se fala em filosofia, pressupõe-se uma concepção do que ela seja. Naturalmente, alguma idéia temos sobre o que é filosofia e o que é filosofar, pois alguma noção devemos ter sobre o que estamos fazendo, queremos fazer e esperamos que as futuras gerações, nossos atuais estudantes, façam. Vemos em qualquer livro de texto, ou mesmo emobras de filósofos consagrados, algum tipo de definição ou de caracterização do que seja a filosofia. Este é, precisamente, um assunto sobre
PHILÓSOPHOS 12 (1): 79-90, jan./jun. 2007

79

José Gonzalo Armijos Palácios

o qual, volta e meia, devo me ocupar. O problema com as definições de filosofia é que são ou muito abrangentes, e tudo incluem, ou muito restritas, e excluem mais do quedeveriam. Na verdade, não há razões para circunscrever a filosofia pelos seus diversos objetos, privilegiando uns em prejuízo de outros, pelos seus vários métodos, ou seja lá o que for que passe por autenticamente filosófico. Sempre ficará algo de fora. Depois de muito pensar no assunto, talvez uns dez anos atrás, cheguei à conclusão de que a filosofia era indefinível. Indefinível, entre outras razões,porque é um fazer, um tipo particular de atividade. Uma práxis que só recebe sua identidade pela conjunção de circunstâncias em que se desenvolve, mais do que pela forma, objeto, conteúdo ou natureza do tipo de pensar. É, com efeito, um tipo de pensar, uma tarefa fundamentalmente teórica. No entanto, se realiza e pode se realizar de várias maneiras, nem sempre passíveis de agrupamento, declassificação ou até de comparação. Sua indefinibilidade, contudo, não impede que possamos caracterizá-la. Ou seja, não impede que possamos ter uma noção do que fazemos ao filosofar, quando se dão as condições dentro das quais pensamos filosoficamente. A caracterização que penso possível não pode deixar de fora a história. Não pode, sem dúvida, esquecer que, seja lá como a filosofia for feita, ela se fazno tempo, na história, em determinadas condições, em circunstâncias específicas. É possível, portanto, constatar algo sobre a filosofia: ela foi feita, concretamente, de uma ou de outra maneira, mas, sempre, em determinadas circunstâncias, em circunstâncias que podem ser clara e facilmente identificáveis. E as várias circunstâncias em que ela efetivamente é e foi feita nos abrem uma via para suacaracterização. Pois há algo em comum por trás de todas aquelas maneiras diferentes, muitas vezes opostas,
PHILÓSOPHOS 12 (1): 79-90, jan./jun. 2007

80

ARTIGO

ENSINA-SE A FILOSOFAR, FILOSOFANDO

em que a filosofia foi, de fato, feita. Essa caracterização, contudo, não pode esquecer que muitos dos problemas tratados pelos filósofos não superaram determinadas épocas, não influenciaram...
tracking img