Engenharia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2977 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
I - OBJETIVOS:

Nesta prática, pretende-se relacionar a velocidade de uma reação e a concentração dos reagentes nela envolvidos, discutindo os mecanismos de reação, a diferença entre um catalisador e um reagente e interpretando as mudanças no equilíbrio de acordo com o princípio de Le Chatelier.

II - INTRODUÇÃO:

A velocidade de uma reação é uma medida de quão rapidamente umreagente é consumido ou um produto é formado. Para ver como as velocidades de reação podem ser descritas quantitativamente, considere a reação hipotética, homogênea:
A + B C + D
A medida que a [A] e a [B] diminuem, a [C] e a [D] aumentam.
A maioria das reações não ocorrem numa etapa simples, como descrita na reação global, mas sim numa série de etapas. Às vezes, estas etapas seordenam em uma seqüência simples, enquanto que em outros casos inter-relacionam-se deuma maneira complexa. As etapas que levam dos reagentes aos produtos e a relação dessas etapas entre si constituem os mecanismos da reação.
Vejamos alguns fatores que influenciam as velocidades das reações. De acordo com a Teoria das Colisões, as moléculas dos reagentes se aproximam umas das outras combastante velocidade, a seguir, chocam-se violentamente e, por fim, as moléculas dos produtos são produzidas e se afastam rapidamente. De acordo com essa teoria podemos dizer que a velocidade de uma reação irá depender:
- Da freqüência, da energia e de uma orientação apropriada das moléculas no instante dos choques;
Porém, a energia e a freqüências dos choques são, por sua vez, muitoafetadas pelos seguintes fatores:
- Estado particular em que se encontram os reagentes;
No tocante aos sólidos, podemos dizer que quanto mais pulverizados forem os reagentes mais fácil e mais rápida será a reação. Quanto ao estado físico, em geral, os gases reagem melhor e mais rapidamente que os líquidos, e este, melhor que os sólidos.
- Temperatura em que se processa a reação;Um aumento de temperatura “agita” as moléculas mais intensamente, aumentando a freqüência e a violência dos choques entre as moléculas reagentes e aumentando, como conseqüência, a velocidade das reações.
- Eletricidade;
A energia elétrica pode ser usada para “agitar” as moléculas e, consequentemente, aumentar a velocidade das reações.
- Luz;
A luz também éuma forma de energia, por isso, ela afeta muitas reações que passam a ser chamadas de reações fotoquímicas.
- Pressão;
Um aumento da pressão favorece principalmente as reações entre gases, aproximando as moléculas, aumentando a freqüência dos choques entre as moléculas e, portanto, aumentando a velocidade da reação.
- Concentração dos reagentes;
Aumentando aconcentração dos reagentes numa solução (ou dos gases num recipiente), iremos aproximar as moléculas, aumentar a freqüência entre seus choques e, consequentemente, aumentar a velocidade da reação.
- Catalisadores.
São substâncias que aumentam a velocidade de uma reação, sem ser consumido durante o processo.


As reações químicas, assim como as mudanças de fases, sãoreversíveis. Consequentemente, haverá condições de concentração e temperatura sob as quais reagentes e produtos coexistem em equilíbrio. Alcança-se o Estado de Equilíbrio quando a velocidade da reação dos reagentes formando os produtos é igual a velocidade dos produtos formando novamente os reagentes.
A primeira característica do estado de equilíbrio é ser dinâmico; trata-se de uma situação permanentemantida pela igualdade das velocidades das duas reações químicas opostas. A segunda generalização é que os sistemas tendem a atingir um estado e equilíbrio espontaneamente. Um sistema pode deslocar-se do equilíbrio somente por alguma influência externa, e uma vez deixado por si próprio, o sistema perturbado voltará ao seu estado de equilíbrio. Quando as duas velocidades se tornam iguais, cessa...
tracking img