Engenharia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3721 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
21º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental

II-166 – TRATAMENTO FÍSICO-QUÍMICO DE ÁGUAS RESIDUÁRIAS PROVENIENTES DA FOSCAÇÃO DE VIDRO, VISANDO O REUSO
Julio Schreier(1) Engenheiro Civil pela Escola Politécnica da USP. Aluno de Mestrado da Escola Politécnica da USP. Flávia Cristina L. Cammarota(2) Engenheira Civil pela Escola Politécnica da USP. Aluna de Mestrado da EscolaPolitécnica da USP e da University of Surrey, Guilford – Inglaterra. Márcio José I. Cipriani(3) Engenheiro Civil pela Escola Politécnica da USP. Aluno de Mestrado da Escola Politécnica da USP. Sidney Seckler Ferreira Filho (4) Engenheiro Civil pela Escola Politécnica da USP. Professor Assistente Doutor do Departamento de Engenharia Hidráulica e Sanitária da Escola Politécnica da Universidade de SãoPaulo em Regime de Dedicação Integral à Docência e Pesquisa. Endereço (1): Av. Professor Almeida Prado, 271 - Prédio de Engenharia Civil. Departamento de Engenharia Hidráulica e Sanitária - Cidade Universitária - São Paulo - SP - Brasil - CEP: 05508-900 - Tel: (011) 38185396 e-mail: ssffilho@usp. RESUMO A constante necessidade pela reutilização de água pelas industrias vem demandando a criação denovas técnicas de tratamento de efluentes. O custo da água afeta cada vez mais a produção e o efluente gerado nos processos de fabricação passou a ser vislumbrado como potencial fonte deste recurso. O presente trabalho teve por propósito avaliar o tratamento do efluente gerado na indústria de foscação de vidro. O efluente tratado possuía altas concentrações de íons fluoreto (F¯), nitrogênioamoniacal, sólidos dissolvidos totais e baixo pH. O processo utilizado foi o tratamento físico-químico que mostrou-se eficiente na remoção dos íons fluoreto, porém gerando um efluente com elevada turbidez. Esta questão foi resolvida com a adição de um polímero aniônico durante o processo de tratamento que auxiliou na sedimentação do material precipitado. Os resultados obtidos foram satisfatórios, comremoção de aproximadamente 98% dos íons fluoreto presentes, porém não atinigindo padrões de potabilidade. O efluente gerado passou então por um tratamento de filtração por membranas, objeto de outro trabalho desenvolvido a partir dos dados obtidos desta primeira etapa. PALAVRAS-CHAVE:.Coagulação, floculação, sedimentação, precipitação físico-química, polímero. INTRODUÇÃO A água é um bem essencial nasobrevivência dos seres vivos. Durante centenas de anos ela foi considerada um bem inesgotável e que não precisava de nenhuma forma de conservação e/ou proteção. O desenvolvimento industrial levou a um crescimento populacional acelerado e áreas antes desabitadas, passaram a ser ocupadas, gerando um aumento na demanda para o fornecimento de água . Diante deste crescimento populacional uma maiorquantidade de bens passou a ser produzida, com a geração de maior quantidade de resíduos. Parte destes eram lançados nos corpos d’água sem que houvesse nenhum controle sobre o uso ou a poluição dos mesmos. Somente há algumas décadas, os governos dos países atentaram para o fato de que a água não era mais um bem inesgotável e que seu uso deveria ser regulamentado através de legislações. Através destamedida procurou-se limitar a quantidade de poluentes lançados pelas indústrias, obrigando as mesmas a tratarem seus efluentes antes do lançamento nos corpos d’água. Porém com o aumento no consumo de água e uma possível escassez da mesma, o preço para o consumidor final, principalmente para as indústrias, foi aumentado continuamente. A alternativa adotada para a redução nos custos de produção foi otratamento da mesma para o reuso. A água proveniente do processo produtivo passou a ser tratada e reutilizada. Atualmente diversas empresas estão desenvolvendo processos de tratamento para a reutilização do efluente gerado. Dentro deste contexto foi realizada uma pesquisa sobre tratamento de efluente industrial.

ABES – Trabalhos Técnicos

1

21º Congresso Brasileiro de Engenharia...
tracking img