Engenharia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2082 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1) Considerando os terraçõs:
A ) etapas de concepção
B ) funções e importância dos elementos que o compõe
C ) Detalhes normatizados
Considerações : Levamos em consideração que será um realizado um terraço para um condomínio de luxo, em que podemos ter um gasto inicial alto para sua construção, valor este que será compensado durante a vida útil da edificação, que terá uma maior vida útil emenor manutenção.O primeiro fator que deve ser levado em consideração é a impermeabilização do terraço. Na realização do terração deve-se saber que se trata de um elemento multifuncional (pode possuir piscina, salão de festa, área para lazer), e que apresenta muitas patologias, se mal executado.
Observação: Não consideramos que se possuí junta de estrutural.Laje de concreto armado.
*Impermeabilização:
* Detalhes construtivos:
* A inclinação do terraço deve atender um caímento mínimo de 1% e não ultrapassar 2%, para promover o escoamento das águas pluviais, em direção aos ralos;
* Prever ralos para as águas, um tubo com diâmetro de 100mm a cada 40m² de área, sendo que deve se existir no mínimo dois tubos, para não ocorrer sobrecarga em um dos ralos, ouentupimento. A disposição dos ralos deve estar especificada, bem como a indicação dos declives e caímentos existentes.
* Após o estudo da inclinação em função do número de ralos, verificar se as cotas de nível da área impermeabilizada não estão superiores ao interior da edificação.A cota do nível do piso acabado deve encontrar-se no máximo 6 cm abaixo da área interna da edificação, pois se issonão ocorrer, as águas podem percolar para as áreas internas. Caso ocorra problemas com as cotas, deve se realizar um novo estudo e redimensionar os ralos e caimentos afim de se obter o padrão exigido.
* A impermeabilização deve entrar 0,5 a 1,0 metro para a área interna da edificação, no encontro entre o exterior e o interior (existindo grades contra marcos ou caxilhos, estes devem sercolocados de forma a não atrapalhar a impermeavilização, caso instalados antes, devem permetir um adequado arremate de impermeabilização). Ela deve ser levantada nos rodapés com no mínimo 20cm da cota do piso acabado, inclusives nos pilares e paredes de concreto. E quando for possível realizar a colocação de pingadeiras nos rodapés.
* Prevendo uma proteção térmica deverá ser colocada umaespuma de poliestireno extrudado(fabricado pelo processo de extrusão, que garante uma estrutura com células fechadas, garantindo a não absorção de água). Esta espuma apresenta uma boa densidade com elevada resistência mecânica e efeito retardador de chama.
* Garantia de muretas e parapeitos bem engastados para evitar problemas de niveis de assentamento
* A impermeabilizaçãodeve ser de manta asfaltica, de preferência armada de poliester, que é um, pouco mais cara em relação a de polietileno, porém a de poliester é melhor e mais indicada. Deve se cuidar na hora de se realizar a solda, e fazer o teste de impermeabilidade por 72horas. Costuma-se tercerizar esse serviço, e de preferência utilizar a mesma empresa para realizar a impermeabilização e o contra-piso, paraevitar problemas em que durante a realização do contra-piso se danifique a impermeabilização perdendo assim a sua garantia. Esta impermeabilização possuí uma garantia de 5 anos.
* Como é uma edificação de luxo, costuma-se utilizar um revestimento térmico, sendo recomento o poliestileno expandido. Este deve ser aplicado após a impermeabilização, afim de proteger a impermeabilização dos efeitosda dilatação térmica que pode causar a sua ruptura.Está proteção apresenta uma boa densidade com elevada resistência mecânica e efeito retardador de chama.
* Na execução de tubulações hidráulicas deve-se unir a impermeabilização aos tubos de queda.
* Deve-se prever a intalação de pingadeiras e muretas, platibandas, parapeitos e rufos, afim de se impedir o escorrimento...
tracking img