Engenharia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2337 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Departamento Engenharia Civil
Curso Engenharia Civil

Unidade
Desenho de Construção
Curricular
Ano

Prova Avaliação Contínua

1

Semestre

1

Ano
Lectivo

2010/2011

Data 15 de Dezembro de 2010

Época Período Lectivo

Duração

3.0 h

Com Consulta

Correcção
1.ª PARTE – (7,00)
1.

(7,00)

Atendendo aos dados fornecidos na Figura 1 (Plantas, Alçados e Corte deuma moradia

unifamiliar à escala 1/100), execute o corte CD.

Página 1 de 8

Unidade Curricular Desenho de Construção
Prova Avaliação Contínua

Data 15 de Dezembro de 2010
Época Período Lectivo

2.ª PARTE – (7,00)
2.

(1,00)

Diga o que entende por:
- Pé direito livre;
Art. 65º Edificação destinada à habitação:
- Altura mínima piso a piso é igual a 2,70 m;
- O pé direitolivre mínimo não pode ser inferior a 2,40 m;
- Excepcionalmente, em vestíbulos, corredores, instalações sanitárias, despensas e arrecadações será
admissível que o pé direito de reduza ao mínimo de 2,20 m;
- Nos tectos com vigas, inclinados, abobadados ou, em geral, contendo superfícies salientes, a altura
piso a piso e ou o pé direito mínimo definidos devem ser mantidos, pelo menos, em 80% dasuperfície do tecto, admitindo-se na superfície restante que o pé direito livre possa descer até ao
mínimo de 2,20 m.
Estabelecimentos comerciais:
- O pé direito livre mínimo não pode ser inferior a 3,00 m;
- Nos tectos com vigas, inclinados, abobadados ou, em geral, contendo superfícies salientes, a altura
piso a piso e ou o pé direito mínimo definidos devem ser mantidos, pelo menos, em 80% dasuperfície do tecto, admitindo-se na superfície restante que o pé direito livre possa descer até ao
mínimo de 2,70 m.

- Área útil;
Art. 67º Área útil (Au) – é a soma das áreas de todos os compartimentos da habitação, incluindo vestíbulos,
circulações interiores, instalações sanitárias, arrumos, outros compartimentos de função similar e
armários nas paredes, e mede-se pelo perímetrointerior das paredes que limitam o fogo,
descontando encalços até 30 cm, paredes interiores, divisórias e condutas;

- Triângulo do fogo;
Tradicionalmente, consideram-se três factores como indispensáveis para a eclosão de um fogo:
a) combustível ( substância, que vai arder – madeira, papel, plásticos, gasolina, gás, etc.);
b) comburente (normalmente o ar, que contém cerca de 21% de oxigénio emvolume);
c) energia de activação (energia mínima necessária para se iniciar a reacção, que é fornecida por
uma fonte de calor, que vai provocar a alteração do nível térmico do combustível, que é diferente de
material para material).
Estes três factores constituem o que se costuma designar por triângulo do fogo.

Página 2 de 8

Unidade Curricular Desenho de Construção
Prova Avaliação ContínuaData 15 de Dezembro de 2010
Época Período Lectivo

COMBUSTÍVEL

FOGO

ENERGIA DE
ACTIVAÇÃO

OXIGÉNIO

- Utilização-tipo;
Art. 8º Utilização-tipo classifica o uso dominante de qualquer edifício ou recinto, incluindo os
estacionamentos, os diversos tipos de estabelecimentos que recebem público, os industriais, oficinas
e armazéns, em conformidade com o disposto no artigo 8.º doDecreto-Lei N.º 220/2008, de 12 de
Novembro. Aos edifícios e recintos correspondem as seguintes utilizações-tipo:
a)
Tipo I «habitacionais»;
b) Tipo II «estacionamentos»;
c)
Tipo III «administrativos»;
d) Tipo IV «escolares»;
e)
Tipo V «hospitalares e lares de idosos»;
f)
Tipo VI «espectáculos e reuniões públicas»;
g) Tipo VII «hoteleiros e restauração»;
h) Tipo VIII «comerciais e garesde transportes»;
i)
Tipo IX «desportivos e de lazer»;
j)
Tipo X «museus e galerias de arte»;
k) Tipo XI «bibliotecas e arquivos»;
l)
Tipo XI «bibliotecas e arquivos»;
m) Tipo XII «industriais, oficinas e armazéns».
Atendendo ao seu uso os edifícios e recintos podem ser de utilização exclusiva, quando integrem
uma única utilização-tipo, ou de utilização mista, quando integrem diversas...
tracking img