Engenharia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1176 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS – UEMG
FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE DIVINÓPOLIS – FUNEDI
Instituto Superior de Educação e Pesquisa – Inesp
Curso de Engenharia Civil

Relatório de Aulas Práticas

David Henrique Avelar

Divinópolis
Maio 2011

David Avelar

Relatório de Aulas Práticas

Relatório apresentado ao prof. Matheus Barreto, responsável pela disciplina de Materiais deconstrução,do 5 º período de Engenharia Civil, para obtenção parcial de crédito.

FUNEDI-INESP
Divinópolis
2011
ENSAIO EXPERIMENTAL N° 01
1) Título: Teor de umidade da Areia
2) Objetivo: Determinar o teor de umidade em uma amostra de areia.
3) Procedimentos:
a. Pesar 1872 g de areia úmida
b. Pesar a areia seca.
c. Calcular o peso da água na areia.
4)Equipamentos
d. Estufa
e. Balança
5) Resultados e Cálculos
Amostra usada como base para o cálculo do teor de umidade.
Peso inicial: 91,19g
Peso Final : 90,45g
Teor de umidade 0,8%
Amostra da areia usada para os ensaios e confecção do corpo de prova.
Peso inicial ( areia úmida) = 1872g
Àgua 300g
Peso da água na areia : 15g
300g-15g = 285g de Àgua.

6) Conclusão
Oteor de umidade nessa amostra de areia encontra-se aceitável para a confecção do corpo de prova, pois a mesma recebe a classificação como úmida devido o seu teor de umidade estar abaixo do seu peso total.

ENSAIO EXPERIMENTAL N° 02
1) Título: Finura
2) Objetivo: Determinar o índice de finura de uma amostra de cimento CP 5.
3) Referência ( NBR 11579)
a. Cimento Portlandb. Determinação da finura por meio da peneira 75micrômetros
c. Método de ensaio
4) Equipamentos
d. Balança
e. Peneira ABNT 0,075 mm
5) Procedimentos
f. Pesar 50g +- 0,05g de cimento
g. Colocar sobre a peneira ABNT 0,075
h. Peneira durante aproximadamente 20 minutos
i. Pesar o resíduo da peneira, em gramas,
j. Calcular a finura6) Resultados e Cálculos
Amostra de cimento: 50g
Resíduo do cimento na peneira (massa retida): 31,06g
F=R/P x 100 31,06/50 x 100 F = 62,12%
7) Conclusão
O cimento analisado apresentou finura 62,12% e encontra-se de acordo com o estabelecido em norma, o que permitirá uma ótima velocidade de reação e um desenvolvimento de resistência favorável.

SUBSTÂNCIAS NOCIVAS
ENSAIOEXPERIMENTAL N° 03

1) Título: Torrões de argila
2) Objetivo: Determinar o teor de argila em torrões e materiais friáveis
3) Referência (NBR 7218)
a. Agregados
b. Determinação do teor de argila em torrões e materiais friáveis
c. Método de ensaio
4) Equipamentos
d. Balança
e. Estufa
f. Peneiras normalizadas
g. Bandeja metálica
5)Procedimentos:
h. Coletar uma amostra de areia e secar na estufa
i. Peneirar a amostra na peneira ABNT 1,2 mm e pesar 200 g retidas.
j. Espalhar a areia numa bandeja e desfazer os torrões
k. Peneirar a areia na peneira ABNT 0,6mm e pesar o material retido.
6) Resultados e Cálculos
Peneira 0,6mm = 194,92g
Peneira 1,2 mm = 200,03g
T.A = (Mi – Mf /Mi ) x 100(200,03g-194,92g/200,03)x100
T.A = 2,554%
5) Conclusão
A amostra analisada apresentou um teor de argila no valor de 2,554%, o que indica que esse resultado encontra-se acima do previsto pela NBR 7211 que é de 1,5 % e poderá prejudicar o desempenho da mistura.

ENSAIO EXPERIMENTAL N° 04
1) Título: Materiais Pulverolentos
2) Objetivo: Determinar o teor de materiais pulverolentos daareia destinada ao preparo do concreto.
3) Referência (NBR 7219)
a. Agregados
b. Determinação do teor de materiais pulverolentos
c. Método de ensaio
4) Equipamentos
d. Balança
e. Estufa
f. Peneiras ABNT 1,2 e 0,075 mm
g. Recipiente metálico
5) Procedimentos:
h. Pesar 500g da areia seca em estufa
i. Colocar a amostra no...
tracking img