Engenharia softwae

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3414 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIP – Universidade Paulista Campus Tatuapé – SP Ciência da Computação Engenharia de Software Sistemas Legados Prof. Marcelo Nogueira
©Ian Sommerville 2000 Engenharia de Software, 6ª edição. Capítulo 26 Slide 1

Sistemas legados
G

Sistemas de software mais velhos que permanecem vital para uma organização

©Ian Sommerville 2000

Engenharia de Software, 6ª edição. Capítulo 26

Slide 2Objetivos
G

G G

G

Compreender o que significa o termo ‘sistemas legados’ e por que esses sistemas são fundamentais para a operação de muitas empresas Conhecer as estruturas comuns dos sistemas legados Compreender os princípios do projeto orientado a funções – a estratégia de projeto mais comumente utilizada para os atuais sistemas legados Compreender como os sistemas legados podem seavaliados para decidir se eles devem ser descartados ou mantidos, se devem passar pelo processo de reengenharia ou ser substituídos

©Ian Sommerville 2000

Engenharia de Software, 6ª edição. Capítulo 26

Slide 3

Tópicos
G G G

Estruturas dos sistemas legados Projeto de sistemas legados Avaliação dos sistemas legados

©Ian Sommerville 2000

Engenharia de Software, 6ª edição.Capítulo 26

Slide 4

Sistemas legados
G

G

G

G

Sistemas de software que são desenvolvidos especialmente para uma organização que tem uma longa vida útil Muitos sistemas de software que ainda estão em uso foram desenvolvidos há muitos anos usando tecnologias que já estão obsoletas Esses sistemas ainda são críticos de negócios, isto é, eles são essenciais para o funcionamento normal donegócio A eles foi dado o nome de sistemas legados
Engenharia de Software, 6ª edição. Capítulo 26 Slide 5

©Ian Sommerville 2000

Substituição de sistema legado
G

Há um risco significativo de negócio em simplesmente descartar sistemas legados e substituílos por um sistema que foi desenvolvido utilizando uma tecnologia moderna
G

G

G

G

Raramente existe uma especificação completa dosistema legado. Se existir uma especificação, é pouco provável que ela incorpore todas as mudanças que foram feitas no sistema Os processos corporativos e o modo como os sistemas legados operam estão sempre intrinsecamente entrelaçados Importantes regras corporativas podem estar inseridas no software e podem não estar documentadas em nenhum outro lugar O desenvolvimento de um software novo éarriscado, uma vez que podem ocorrer problemas inesperados com um novo sistema
Engenharia de Software, 6ª edição. Capítulo 26 Slide 6

©Ian Sommerville 2000

Alteração de sistemas legados
G G

O sistema deve mudar para permanecer útil No entanto, alterar um sistema legado é muitas vezes dispendioso
G

G G

G

G

G

Diferentes partes do sistema foram implementadas por diferentesequipes. Portanto, não há um estilo de programação consistente O sistema pode utilizar uma linguagem de programação obsoleta Freqüentemente, a documentação do sistema é inadequada e desatualizada Em geral, muitos anos de manutenção podem ter corrompido a estrutura do sistema O sistema pode ter sido otimizado para melhorar a utilização de espaço ou a velocidade de execução, em vez de ter sido escritopara facilitar a compreensão Os dados processados pelo sistema podem estar armazenados em diferentes arquivos, que podem ter estruturas incompatíveis
Engenharia de Software, 6ª edição. Capítulo 26 Slide 7

©Ian Sommerville 2000

Dilema fundamental
G

G

G

Se continuarem utilizando os sistemas legados e fazendo alterações, seus custos aumentarão Se decidirem substituir seus sistemaslegados por novos sistemas, isso será dispendioso Muitas empresas estão examinando técnicas de engenharia de software que ampliem o tempo de duração dos sistemas legados e que reduzam os custos de manter esses sistemas em uso, como a evolução de produtos de software e a reengenharia de software.
Engenharia de Software, 6ª edição. Capítulo 26 Slide 8

©Ian Sommerville 2000

Estruturas dos...
tracking img