Engenharia do trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6457 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Faculdade Comunitária de Campinas
FAC 3
Profº Wilmar José Lima Passarella

Engenharia do Trabalho
Evolução histórica do trabalho; Conceito de ergonomia;
Aspectos legais e normativos;
Interpretação e aplicação da norma regulamentadora 17;
Tabelas e padrões antropométricos;
e Exigências ambientais do posto de trabalho

Ana Paula Romão, RA 1054000316
José Antonio Alves Junior, RA3775768640
Marlon Teodoro Firme, RA 1054001203
Priscila Santos Coutinho, RA 1009775813

Campinas, 03 de Abril de 2012

Índice

1. Evolução histórica do trabalho 3
2. Conceito de ergonomia 11
3. Aspectos legais e normativos 12
4. Interpretação e aplicação da norma regulamentadora 17 (NR17) 13
5. Ergonomia e antropométrica 14
6. Tabelas e padrõesantropométricos 16
7. Exigências ambientais do posto de trabalho 23

1. Evolução Histórica do Trabalho

“Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para os outros em espírito de fraternidade.” - artigo 1º declaração universal dos direitos do homem.
“Todos os seres humanos podem invocar os direitos e asliberdades proclamados na presente declaração, sem distinção alguma, nomeadamente, de raça, de cor, de sexo, de língua, de religião, de opinião política ou outra, de origem nacional ou internacional, de fortuna, de nascimento, ou de qualquer outra situação. Além disso, não será feita nenhuma distinção fundada no estatuto político, jurídico ou internacional do país ou do território independente,sob tutela ou sujeito a alguma limitação de soberania.” - artigo 2º declaração universal dos direitos do homem.
“1. Toda a pessoa tem direito ao trabalho, à livre escolha do trabalho, a condições equitativas e satisfatórias de trabalho e à proteção contra o desemprego”.
“2. Todos têm direito, sem discriminação alguma, a salário igual por trabalho igual.”
“3. Quem trabalha tem direito a umaremuneração equitativa e satisfatória, que lhe permita e à sua família uma existência conforme com a dignidade humana, e completada, se possível, por todos os outros meios de proteção social.”
“4. Toda a pessoa tem o direito de fundar com outras pessoas sindicatos e de se filiar em sindicatos para a defesa dos seus interesses.” - artigo 23º declaração universal dos direitos do homem.
Esses sãoalguns artigos subtraídos da Assembléia Geral que proclama a presente Declaração Universal dos Direitos do Homem como ideal comum a atingir por todos os povos e todas as nações, a fim de que todos os indivíduos e todos os órgãos da sociedade, tendo-a constantemente no espírito, se esforcem, pelo ensino e pela educação, por desenvolver o respeito desses direitos e liberdades e por promover, por medidasprogressivas de ordem nacional e internacional, o seu reconhecimento e aplicação universais e efetivos tanto entre as populações dos próprios Estados membros como entre as dos territórios colocados sob sua jurisdição.
Porém ainda é um objeto de desejo que se cumpra estes artigos descritos acima, pelo fato de ser notório que embora haja melhora significativa para o ser humano, ainda sim, estamosmuito longe do ideal como descrito acima, sobre a melhora significativa ao longo da história é o que se estuda abaixo.
O objeto abaixo é explanar embora de maneira superficial o estudo da história do trabalho desde os tempos primitivos até a Revolução Industrial, para que se entenda a necessidade e a importância do Direito do Trabalho.

1.1. Etimologia do Trabalho

Embora haja muitossignificados para a palavra trabalho, cuja variação se dá pela cultura e ou região, a mais comum e aceita provém do latim, ou neutro latino palum, através do adjetivo tripalis (composto de três paus), algumas vezes munidos de pontas de ferro, que os agricultores batiam as espigas de trigo, milho e também o linho, ou uma canga que pesava sobre os animais, constituindo em um cavalete de pau. Mais tarde,...
tracking img