Engenharia civil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1589 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CIDADANIA


José Carlos Santana
Prof. Norberto Siegel
Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI
Engenharia Civil (ENC 13) – Filosofia
13/04/2012
RESUMO
A cidadania confunde-se em muito com a história das lutas pelos direitos humanos. A cidadania esteve e está em permanente construção; é um referencial de conquista da humanidade, através daqueles que sempre lutam pormais direitos, maior liberdade, melhores garantias individuais e coletivas, e não se conformam frente às dominações arrogantes, seja do próprio Estado ou de outras instituições ou pessoas que não desistem de privilégios, de opressão e de injustiças contra uma maioria desassistida e que não se consegue fazer ouvir, exatamente por que se lhe nega a cidadania plena cuja conquista, ainda que tardia,não será obstada. Ser cidadão é ter consciência de que é sujeito de direitos. Direitos à vida, à liberdade, à propriedade, à igualdade, enfim, direitos civis, políticos e sociais. Mas este é um dos lados da moeda. Cidadania pressupõe também deveres. O cidadão tem de ser cônscio das suas responsabilidades enquanto parte integrante de um grande e complexo organismo que é a coletividade, a nação, oEstado, para cujo bom funcionamento todos tem de dar sua parcela de contribuição. Somente assim se chega ao objetivo final, coletivo: a justiça em seu sentido mais amplo, ou seja, o bem comum.
Palavras-Chave: Cidadania; Praticidade; Homem; Sociedade; Cidadão.

1. INTRODUÇÃO

As desigualdades sociais, a violência, a fome, o analfabetismo e tudo o mais que envolve cidadania mais problemasda nossa sociedade deixou de ser uma preocupação exclusiva do governo, fazendo com que as pessoas se envolvam em causas sociais, transformando nossa sociedade mais solidária e participativa nas soluções dos seus próprios problemas. Dentro deste contexto, desenvolveu-se uma pesquisa exploratória e descritiva, demonstrando a iniciativa e o compromisso das empresas da construção civil, na cidade emLondrina no Paraná. Onde a engenharia civil entra com construções de casas, banheiros para pessoas mais carentes fazendo com isso gerar mais emprego na sociedade, fazendo com isso a digna.
2 HISTÓRIA DA CIDADANIA
A cidadania teve inicio com as primeiras civilizações mais precisamente entre os romanos e gregos, para evidenciar a história da cidadania apresento.
Apenas homens (demaior) e proprietários de terras (desde que não fossem estrangeiros), eram cidadãos. Diminuindo assim a idéia de cidadania, já que mulheres, crianças, estrangeiras e escravos não eram considerados cidadãos.

.
Na Idade Média (2ª era séc. V até XV d.C.), surgiram na Europa, os feudos (ou fortalezas particulares). Aidéia de cidadania se acaba, pois os proprietários dos feudos passaram a mandar em tudo, e os servos que habitavam os feudos não podiam participar de nada.
Após a Idade Média, terminaram-se as invasões Bárbaras, terminando-se também os feudos, entrando assim, em uma grande crise. Os feudos se decompõem, formando cidades e depois países (Os Estados Nacionais).
Entra a 3ª era(Idade Moderna - séc XV ao XVIII d.C). Os países formados após o desaparecimento dos feudos foram em conseqüência da união de dois grupos: o Rei e a Burguesia.
O Rei mandava em tudo e tinha um grande poder, graças aos impostos que recebia. Com todo esse dinheiro nas mãos, o rei construía exércitos cada vez mais fortes, além de dar apoio político à Burguesia.
Emconseqüência dessa união, a Burguesia ficava cada vez mais rica e era ela quem dava apoio econômico aos Reis (através dos impostos).
Com o tempo, o Rei começou a atrapalhar a Burguesia, pois ele usava o poder para "sacaneá-la". A Burguesia ficava cada vez mais rica e independente, vendo o Rei como um perigo e um obstáculo ao seu progresso. Para acabar com o Absolutismo (poder total do Rei),...
tracking img