Engenharia ambiental

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1303 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS – UFSCar

Bacharelado em engenharia Ambiental

Disciplina: Química Geral Experimental

Professor: Lúcia Helena Seron

Tutora Supervisora: Ana Paula

Tutora: Dorai Periotto

Aluno: Rafael P. Machado

02 de setembro de 2009

Relatório sobre a visita a ETA

Sumário:

Introdução...........................................................................3

Roteiro da visita..................................................................4
2.1-Captação
2.2-Estação de Tratamento

Etapas de Tratamento de Água...........................................5

Laboratório.........................................................................6

Parâmetros de qualidade da Água......................................7Conclusão..........................................................................9

Ojetivo:

O presente relatório tem por objetivo apresentar algumas informações simplificadas relativas a visitação, no dia 27 de agosto de 2009, a uma Estação de Tratamento de Água (ETA) no que diz respeito aos processos e etapas de tratamento de água e aos equipamentos do laboratório químico da ETA1-Introdução

O presente relatório tem por objetivo apresentar algumas informações simplificadas relativas a visitação, no dia 27 de agosto de 2009, a uma Estação de Tratamento de Água (ETA) no que diz respeito aos processos e etapas de tratamento de água e aos equipamentos do laboratório químico da ETA.

A ETA escolhida foi a Estação de Tratamento de Água Águas deJuturnaíba , primeira ETA do Estado do Rio de Janeiro. Ela está localizada em São Vicente de Paula, município de Araruama ,RJ.

O principal manancial utilizado pela ETA Águas de Juturnaíba é a represa de Juturnaíba, cujo rio São João é a principal fonte alimentadora. A ETA Águas de Juturnaíba produz 1100 litros/segundo eabastece as cidades de Araruama, Bacaxá, Silva Jardim , SãoJoão da Barra e Macaé.

[pic]

2-Roteiro da Vista

A visita seguiu o seguinte roteiro: 1º a área de capitação, onde foram apresentadas breves características do lago represado; e 2º a Estação onde são realizados os processos químicos e físicos do tratamento e monitoramento da água.

2.1- Captação

O rio São João possui um regime que sofre oscilação emdecorrência da alternância dos períodos de chuvas e de secas, essa oscilação altera a água bruta. O manancial apresenta eutrofização, porém, sem presença de material pesado tendo em vista que não há em toda região indústrias. O principal problema do lago se relaciona com a reduzida taxa de mata ciliar no entorno que foi substituída por pequenas lavouras e pastagens para a criação de gado que geram aprodução de materiais como urina, fezes e adubos químicos que são carreados para o lago alimentando algas, contudo, não se constata toxinas.

Estação

A unidade de tratamento é do tipo convencional completo, no qual o processo inclui filtração,coagulação por sulfato de alumínio, floculação, decantação, filtração descendente em leito de areia e antracito (carvão mineral), desinfecção por cloro ecorreção do pH por cal.

Depois de tratada, a água é transportada em adutoras, passa por reservatórios, Booster´s (casas de bombas) e distribuídas para as redes.

3- Etapas de tratamento

De forma simplificada são as seguintes as etapas de tratamento da água:

1ª- Filtração grosseira: remoção de material disperso na água que possua dimensões grosseiras.

2ª- Coagulação:a maior parte dos sólidos em suspensão, depois que passam pela filtração grosseira, não pode ser retida por peneiras, sendo portanto, necessário o processo de decantação ( as partículas restantes depositam-se lentamente no fundo do tanque de decantação) que é feito adicionado-se sulfato de alumínio junto com hidróxido de cálcio à água ( a combinação dessas duas substâncias forma o...
tracking img