Eng ambiental

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4711 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO GRANDE
Departamento de Agropecuária e Meio Ambiente

MANUAL DE NORMAS TÉCNICAS DE ARBORIZAÇÃO URBANA DO MUNICIPIO DE
RIBEIRÃO GRANDE

Ribeirão Grande
2011

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO GRANDE
Departamento de Agropecuária e Meio Ambiente

Introdução
A Prefeitura Municipal de Ribeirão Grande-SP, através do Departamento de
Agricultura e MeioAmbiente (DAMA) está empenhada em garantir uma melhor
qualidade de vida aos munícipes ribeirão grandenses, tendo em vista a contrastante
realidade urbana dos centros populacionais, onde predominam os elementos
construídos em alvenaria e que estão desprovidos dos elementos naturais.
Esse ambiente onde predomina o "concreto" necessita interagir com o fator orgânico
para depurá-lo e minimizar ascondições adversas do clima, aspectos físicos e mentais
do homem, beneficiando desta maneira um desenvolvimento urbano mai s sustentável.
Os elementos naturais são, portanto, fundamentais à qualidade de vida urbana.
Esta política de arborização urbana desenvolvida pelo DAMA tem como seu importante
veículo de informação o Guia de Arborização Urbana (GAU). A importância de
divulgar o GAU se faznecessário desde o momento em que o requerente solicita a
autorização de poda ou supressão e especialmente quando é realizado o
estudo de viabilidade dos projetos de loteamentos.

A vegetação, como um todo, tem sido de grande importância na melhoria das
condições de vida nos centros urbanos. Com o crescimento populacional das cidades,
depara-se com a falta de um planejamento urbano.
O climaurbano difere consideravelmente do ambiente natural. A amplitude
térmica, o regime pluviométrico, o balanço hídrico, a umidade do ar, a ocorrência de
geadas, granizos e vendavais precisam ser considerados.
Os solos, por sua vez, responsáveis pelo suporte físico das árvores e pelo
substrato nutritivo do qual depende seu desenvolvimento, apresentam-se compactados
nas cidades devido ao grande númerode pavimentações que não permitem o
escoamento das águas. Resíduos sólidos, despejos residenciais e industriais poluem e
comprometem o solo urbano.
Quanto à qualidade do ar, esta fica comprometida pela combustão de veículos
automotores e pela emissão de poluentes advindos de atividades industriais.
Além da função paisagística, a arborização urbana proporciona benefícios à
população como:
Purificação do ar pela fixação de poeiras e gases tóxicos e pela reciclagem de
gases através de mecanismos fotossintéticos;



Melhoria do microclima da cidade, devido à retenção de umidade do solo e do ar e
também pela geração de sombra, evitando que os raios solares incidam
diretamente sobre as pessoas, auxiliando no equilíbrio térmico;



Redução da velocidade dos ventos;

Redução do impacto das chuvas;



Atenuação da poluição sonora;



Influência no balanço hídrico, favorecendo a infiltração da água no solo e
provocando uma evapo-transpiração mais lenta;



Abrigo à fauna, propiciando uma variedade maior de espécies, e
conseqüentemente influenciando positivamente para um maior equilíbrio das
cadeias alimentares e diminuição de pragas eagentes vetores de doenças.

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO GRANDE
Departamento de Agropecuária e Meio Ambiente

A arborização urbana e os outros elementos existentes na maioria dos centros
urbanos (postes de iluminação pública, fiações, telefones públicos, placas de sinalização
entre outros), convivem em desarmonia devido à ausência de planejamento tanto da
arborização, quanto dos outroscomponentes desse espaço. Nenhum ambiente é mais
alterado que o meio urbano, devido aos atuais modelos de edificações e loteamento do
solo que restringem os espaços determinados às áreas verdes. Essas restrições limitam a
utilização de árvores na Floresta Urbana, em relação ao seu porte e à quantidade de
espécies (YAMAMOTO et all., 2004), por isso a importância de um ramo da Silvicultura
que...
tracking img