Enfoque sistemico nas organizacoes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1767 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3

2 ORIGEM DO PENSAMENTO SISTÊMICO 4

3 CONCEITOS E CONSIDERAÇÕES BÁSICAS 5

4 APLICAÇÃO DO ENFOQUE SISTÊMICO NAS ORGANIZAÇÕES 6

5 IMPACTO DE NOSSAS AÇÕES NO ENFOQUE SISTÊMICO 8

6 CONSIDERAÇÕES FINAIS 11

REFERÊNCIAS 12

INTRODUÇÃO

Organizações são conjuntos de pessoas e recursos que trabalham juntos para se alcançar umobjetivo comum. Chinelato (2004, p.3) afirma que elas não são estáticas, uma vez que são formadas por pessoas. Elas também possuem duas realidades: a interna e a externa. Para sobreviver, as organizações precisam se readaptar continuamente.
Os principais desafios enfrentados pelas empresas no ambiente de negócios é o aperfeiçoamento constante. Podemos definir como função básica dequalquer instituição, o estudo da estrutura organizacional e os objetivos estabelecidos.
Cada vez mais, as empresas buscam identificar os pontos fortes e suas oportunidades de melhoria. Através de mecanismos de gestão adequados, de forma, que possam contribuir e proporcionar melhoria contínua, em busca da excelência nos processos de funcionamento e operalização e da sua estruturação dasfunções administrativas de acordo com as áreas que a compõem.
O presente trabalho tem por objetivo analisar o enfoque sistêmico nas organizações. Identificando os impactos de nossas ações, e as conseqüências que podemos provocar no ambiente externo das organizações.

oRIGEM PENSAMENTO SISTÊMICO

De forma geral pode-se dizer que as origens do pensamento sistêmico sãomuito antigas, no entanto contata-se que a partir dos anos cinqüenta, tornou-se mais evidente, principalmente devido ao fenômeno ocasionado pela crise da ciência. De acordo com alguns autores como Pinheiro (2000), esta crise originou-se devido a crescente dificuldade encontradas na comunicação entre os pesquisadores de várias áreas da ciência, refletindo no isolamento uma das outras.Paralelamente a isto, ocorreu reflexos que contribuíram para o esgotamento do modelo convencional de interpretação e análise da realidade, baseadas nas filosofias dos cientistas como Aristóteles, Galileu, Descartes e Newton.

Logo a seguir, Boulding (1956) e Bertalanffy (1968) apresentam a Teoria Geral de Sistemas, a qual rejeita a idéia de que cada indivíduo (ou componente de um sistema) éuma entidade isolada, separada de seu meio-ambiente ou de outros indivíduos (componentes).
Neste sentido, houve uma mudança de visão disciplinar e reducionista para a multidisciplinar e holística, assumindo que sistemas deve ser estudados no seu todo, com ênfase na interação entre as partes, entre o sistema e o meio ambiente.

conceitos e definições básicas

Paraentendermos o que é a visão sistêmica, pense no que é um sistema, isto é, “um conjunto de partes ou elementos que formam um todo unitário ou complexo”. Essas partes ou elementos apresentam alguma relação ou interação que, quando vistos como um todo, são denominados sistema (Maximiano, 2004).
Sistemas podem ser caracterizados pelo conjunto de unidades que estão em permanente interaçãoentre a atividade humana e o meio ambiente.
Para entender como se dá a dinâmica da visão sistêmica, ou seja, o seu funcionamento, devemos considerar a capacidade que o observador tem em enxergar a complexidade, perceber os elementos como parte do sistema e aprender a delimitar as fronteiras dos sistemas para entendêlos e manejálos (Maximiano, 004). Isso significa dizer que énecessário conhecer como se processam as interações dos sistemas, e, dessa forma, é possível avaliar a integração entre pessoas, processos, sistemas, áreas e ambiente (Freitas, 2005).
Devemos entender a visão sistêmica como uma competência a ser assimilada em nossa vida, e não só no trabalho, pois você perceberá que ela está por toda parte, em tudo o que realizamos.

APLICAÇÃO DO...
tracking img