Enfermagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1920 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
* Precauções e Isolamento
OBJETIVOS
* Reconhecer a vulnerabilidade a qual o profissional de enfermagem fica exposto por falta de medidas e precauções.
Caro colega,
É importante considerar que todo paciente é potencialmente portador sintomático ou assintomático de patógenos que podem ser transmitidos para outros pacientes e profissionais de saúde.
(OLIVEIRA, 2005)
Comecemos o estudo destaunidade refletindo sobre essa citação. Você precisa lembrar-se dela em todas as suas atividades diárias, tendo como referência o que vamos considerar, pois, todos nós, profissionais de saúde, estamos diariamente expostos a várias doenças infectocontagiosas com certa facilidade de transmissão, seja em contato com o paciente ou líquidos corpóreos que nem sempre manifestam clinicamente uma doença.Saiba Mais
Informe-se mais sobre a Atuação da equipe multiprofissional com pacientes em precauções de contato em unidade de terapia intensiva.
Portanto, independentemente de qualquer diagnóstico, conhecido ou não, o profissional deve adotar medidas de precaução. Eu sei que você tem consciência disso.
Sabemos que a disseminação de uma infecção no ambiente hospitalar acontece mediante a presençade três elementos: a fonte de infecção, a suscetibilidade do hospedeiro e a virulência do agente causal.

 
Além disso, existem outros fatores que também podem facilitar o estado infeccioso, tais como:
* Idade;
* doença de base;
* uso de antimicrobianos;
* uso de corticóides;
* irradiação;
* procedimentos invasivos;
* drogas imunossupressoras;
* e a própriasuscetibilidade do paciente.
As práticas que, anteriormente, foram chamadas de isolamento, passaram a ser denominadas precauções-padrão depois da publicação do Guideline for Isolation Precautions in Hospital pelo Center for Disease Control (CDC) em 1996.
O termo precauções veio ampliar a questão do isolamento, entendido como a segregação de pessoas, para a utilização de medidas que, no seuconjunto, auxiliam a redução e até mesmo impedem a difusão de uma série de doenças que o ambiente hospitalar proporciona.
Sendo assim, precisamos conhecer um pouco sobre esse conteúdo para a melhoria da qualidade de nossas ações no ambiente hospitalar. De forma bem sucinta e objetiva vejamos um histórico sobre as medidas de precaução e isolamento.
1877
Lembra-se de que Semmelweiss foi citado nohistórico das infecções hospitalares, devido a seu estudo com relação à lavagem das mãos? Isso se deu em 1877 e somente veio a ser apreciado em sua grande importância na prevenção da infecção puerperal, em meados do século XIX. Nessa mesma oportunidade, Florence Nightingale registrou que pacientes infectados melhoravam em menor espaço de tempo, desde que não permanecessem no mesmo ambiente que outrospacientes portadores de outras patologias.
1890 A 1900
De 1890 a 1900, surgiram os chamados tratamentos de barreira que recomendavam as técnicas de separação de pacientes com diferentes patologias. Diante desse sistema, os profissionais que trabalhavam em hospitais teriam que usar capotes individualizados por pacientes, lavar as mãos com soluções antissépticas após o contato com esses e proceder adesinfecção de materiais utilizados entre eles.
1910
Em 1910, começaram a surgir os cubículos (boxes) e em seguida os hospitais especiais para o isolamento. Esses conhecimentos surgiram pelo aprendizado lógico com a própria higiene.
1950
Em 1950, os hospitais e enfermarias de doenças infecciosas foram sendo gradativamente desativados, exceto os de tuberculose, que só em 1960 começaram a nãomais existir, e aí surge a difusão da possibilidade de que qualquer paciente infectado poderia ficar no mesmo hospital, juntamente com outros pacientes, desde que em quartos separados.
1970
Em 1970, o CDC publicou o Manual de técnicas de isolamento para uso em hospitais, o qual foi revisado em 1975. Nesse manual, contava-se 7 (sete) categorias de precauções de isolamento:
* estrito; 
*...
tracking img