Enfermagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (386 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Sobre a História da Enfermagem em Moçambique, séculos XVI-XX
Filed under: História Moçambique — ABM @ 6:47 pm

por ABM -
Na passada semana, realizou-se em Lisboa, na sede da Fundação CalousteGulbenkian, um grande simpósio ibero-americano sobre enfermagem, que trouxe uma abundância de académicos, especialistas e profissionais da enfermagem de vários países, para abordar uma miríade detópicos.
De eventual interesse para a comunidade Maschambiana moçambicanófila poderá ser a mesa redonda, realizada na manhã de 6ª feira, dia 9 de Outubro, e que se debruçou sobre o tema “A História doEnsino de Enfermagem nas Antigas Colónias de Cabo Verde, Angola, Moçambique e Macau”.
Fui lá por três razões:
1. porque, depois de um interregno de quase vinte anos, iria rever o meu velho amigo DiogoCabrita, colega de carteira da escola primária e da catequese (sim, levámos uma dose quase fatal de catolicismo) na Escola Primária 3 de Fevereiro, que na altura em que lá andámos dava pelo (colonialfascista) nome de Rebelo da Silva. O Diogo hoje é “Doutor Diogo” e prestigiado cirurgião em… Espanha (lá pagam mais e chateiam menos, creio);
2. porque a apresentação sobre Moçambique ia ser feita pelaSra Dona Maria Fernanda Gouveia Pinto, Enfermeira Chefe, Escola Técnica dos Serviços de Saúde de Moçambique, aposentada e mãe do Dr. Diogo, hoje com 80 anos e cheia de speed, farmeira de vinho verdenuma quinta no Norte de Portugal junto à fronteira. Ela é víuva do Dr. Cabrita, que praticou em Maputo durante muitos anos e, como descobri, ela trabalhou durante anos no ensino da enfermagem emMoçambique pré-independência; e
3. porque o tema me interessava vagamente, em parte porque eu lembro-me de, aquando dos meus tempos de estudante universitário, nos fins dos anos 70, numa univeridadenorte-americana, um dia o seu Centro de Estudos Africanos ter passado uma espécie de filme de propaganda a preto e branco sobre o Moçambique que o “invasor colonial português” criara. Para horror dos...
tracking img