Enfermagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1625 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
TRABALHO
DE
ASSITÊNCIA
DE
ENFERMAGEM
AO
PACIENTE
CIRURGICO


Trabalho de Assistência de Enfermagem ao Paciente Cirúrgico.

Sobre: Cirurgias Neurológicas.

Turma CTE 93N Profº Wanderson Ponciano

Nomes:
Daniele Martins nº
Iracema Fernandes nº
Jéssica Costa nº
Luciene Soares nº 13
Patricia Félix n°Sumário

Introdução_________________________________________ pag. 1
Lobectomia Temporal _______________________________ pag. 2
Traumatismo craniano_______________________________ pag. 3
Craniotomia________________________________________ pag. 4
AVCI______________________________________________ pag. 5
AVCH_____________________________________________pag. 6
DVE ______________________________________________ pag. 7
Cuidados Gerais ____________________________________ pag. 8

Introdução

Lobectomia Temporal

Definição
 
            As epilepsias do lobo temporal constituem o grupo mais frequente de epilepsias em pacientes adultos, sendo a síndrome da epilepsia mesial do lobo temporalassociada à esclerose hipocampal o principal tipo. Esta tem uma história e um quadro clínico relativamente estereotipados, sendo frequente a ocorrência de um episódio precipitante inicial na primeira infância, seguido de um período silente de vários anos e de crises parciais complexas iniciando em geral na adolescência. O quadro clínico é dominado por auras e crises parciais complexas, sendo frequentessinais motores associados que em geral tem valor localizatório. O diagnóstico se baseia no quadro clínico e em exames laboratoriais, especialmente na neuroimagem e eletroencefalografia. O tratamento medicamentoso é frequentemente ineficaz. Nestes casos a maioria dos pacientes pode ser tratada cirurgicamente, com resultados superiores ao tratamento clínico.
 
Unitermos: epilepsia do lobotemporal, esclerose hipocampal.

Indicação:
Esclerose mesial temporal bilateral.

Complicações:
Hemorragia cerebelar
Perda de células cerebrais nesta área pode causar pro Perda de células cerebrais nesta área pode causar problemas de memória.

2.
Traumatismo craniano |

Definição
O traumatismo craniano é um tipo de convulsão ouainda lesão na cabeça, pode ocorrer imediatamente ou se desenvolver lentamente no decorrer de várias horas, podendo ainda consituir-se num traumatismo cranioencefálico.
A maior parte das lesões cranianas são de menor importância pois o crânio propicia uma considerável proteção ao cérebro contra lesões. A maioria das lesões na cabeça é considerada leve, mas pode ser um problema grave.
As causasmais comuns das lesões na cabeça incluem os acidentes de trânsito, acidentes de trabalho, quedas, violência física e acidentes em casa.
Se uma criança começa a brincar ou a correr imediatamente após um golpe na cabeça, é provável que não haja uma lesão grave. No entanto, ainda assim, deve-se observar atentamente a criança no dia seguinte, pois algumas vezes os sintomas de uma lesão podem serretardados.
Mesmo que o crânio não esteja fraturado, o cérebro pode bater contra a parte interna do crânio e ser danificado. Se houver sangramento dentro do crânio, poderão surgir complicações posteriores. Desta forma deve-se sempre procurar um médico.
As consequências podem variar, desde uma recuperação completa até morte.
O traumatismo cranioencefálico é uma constante no mundo de hoje, mundo essecada vez mais industrializado e motorizado.
Como não bastasse grande parte dos acidentados estão no ápice da atividade vital, sendo que dentre os homens abaixo de 35 anos, a maior causa de morte é o acidente de trânsito dos quais 70% envolvem traumatismo craniano e medular.

Indicação:
Para avaliar lesões vasculares no pescoço ou na base do crânio, do ferimento do crânio; Ajuda a definir a...
tracking img