Enfermagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3856 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO


1- Apresentação
2- O que é aconselhamento?
3- Aconselhamento não é dar conselhos!
4- Como fazer o aconselhamento?
5- A importância do teste anti-HIV e do aconselhamento nas Unidades Básicas de Saúde
6- O aconselhamento nas Unidades Básicas de Saúde
7- Principais vulnerabilidades para a infecção do HIV
8- Práticas sexuais sem preservativos
9- Uso de drogas
10- Outras doençassexualmente transmissíveis - DST
11- Componentes do processo de aconselhamento
Educativo
12- Apoio emocional
13- Avaliação de riscos
14- Conteúdos do processo de aconselhamento
15- No momento da ação educativa
16- No momento do pré-teste
17- No momento do pós-teste
18- O que o serviço precisa para implantar o aconselhamento?
19- Acolhimento
20- Provisão de insumos
21- Capacitação dasequipes
22- Rede de referência
23- Definição de fluxo do usuário
24- A entrega do resultado
25- Sugestões de Temas para a preparação da equipe
26- Monitoramento/Supervisão



MANUAL DE ACONSELHAMENTO
EM DST/AIDS
NA ATENÇÃO BÁSICA

























SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE
PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
CORDEIRO-RJ
1- Apresentação

O ProgramaNacional de DST e Aids passa pelo momento de consolidar diretrizes e estratégias para uma ação integrada com as diversas áreas programáticas do setor saúde. Com vistas na descentralização, tem havido iniciativas mais sistemáticas, por parte dos gestores federais, estaduais e municipais, de forma a articular o programa da aids com a atenção básica, no sentido da ampliação do diagnóstico e daatenção às DST/Aids no âmbito da rede básica de saúde.
A prática do aconselhamento desempenha um papel importante no contexto da epidemia no Brasil desde a criação do Programa Nacional de DST/aids, e se reafirma como um campo de conhecimento estratégico para a qualidade do diagnóstico do HIV e da atenção à saúde. Quando avaliamos o que diferencia o campo da prevenção das DST/HIV/Aids, daprevenção dos outros agravos, não podemos deixar de considerar a ação de aconselhamento.
A incorporação do aconselhamento pelos serviços de saúde é um grande desafio, pois, até o momento, o aconselhamento realiza-se principalmente nos serviços de referência para as doenças sexualmente transmissíveis e aids e em algumas organizações não-governamentais. Esses serviços estão mais habituados a incluirna rotina de trabalho as questões sobre sexualidade, drogas e direitos humanos, parte indissociável dos campos da prevenção e do aconselhamento.
Por iniciativa local, alguns municípios já vêm inserindo as ações de promoção à saúde, diagnóstico e aconselhamento em DST e Aids na rede básica e as recomendações contidas neste documento visam a fortalecer a integração entre o programa deDST/aids e a rede de atenção básica e subsidiar o processo de institucionalização dessas ações. O conteúdo apresentado é produto de discussão por parte de profissionais experientes na área de aconselhamento na rede especializada de DST/aids e, também, de profissionais que trabalham na rede básica de saúde, aos quais expressamos nossos agradecimentos.








Alexandre GrangeiroDiretor do Programa Nacional de DST e Aids










2- O que é aconselhamento?

Aconselhamento não é dar conselhos!

É um diálogo baseado em uma relação de confiança que visa proporcionar à pessoa condições para que avalie seus próprios riscos, tome decisões e encontre maneiras realistas de enfrentar seus problemas relacionados às DST/HIV/Aids.
O papel doprofissional no aconselhamento:
• ouvir as preocupações do indivíduo;
• propor questões que facilitem a reflexão e a superação de dificuldades;
• prover informação, apoio emocional e auxiliarn a tomada de decisão para adoção de medidas preventivas na busca de uma melhor qualidade de vida.

Como fazer o aconselhamento?

Poderá ser desenvolvido em vários momentos, não se reduzindo a um...
tracking img