Enfermagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1499 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
HISTORIA DA ANATOMIA



Em termos mais restritos e clássicos, a anatomia confunde-se com a morfologia (biologia)[->0] interna, isto é, com o estudo da organização interna dos seres vivos[->1], o que implicava uma vertente predominantemente prática que se concretizava através de métodos precisos de corte e dissecação[->2] (ou dissecção[->3]) de seres vivos[->4] (cadáveres[->5], pelo menos noser humano[->6]), com o intuito de revelar a sua organização estrutural.
O mais antigo relato conhecido de uma dissecação[->7] pertence ao grego Teofrasto[->8] (? – 287 a. C.), discípulo de Aristóteles[->9]. Ele a chamou de anatomia (em grego, “anna temnein”), o termo que se generalizou, englobando todo o campo da biologia[->10] que estuda a forma e a estrutura dos seres vivos[->11], existentes ouextintos[->12]. O nome mais indicado seria morfologia (que hoje indica o conjunto das leis da anatomia), pois “anna temnein” tem, literalmente, um sentido muito restrito: significa apenas “dissecar[->13]”.
Conforme seu campo de aplicação, a anatomia se divide em vegetal[->14] e animal[->15] (esta, incluindo o homem[->16]).
A anatomia animal[->17], por sua vez, divide-se em dois ramosfundamentais: descritiva e topográfica[->18]. A primeira ocupa-se da descrição dos diversos aparelhos (ósseo[->19], muscular[->20], nervoso[->21], etc...) e subdivide-se em macroscópica (estudo dos órgãos quanto a sua forma, seus caracteres morfológicos, seu relacionamento e sua constituição) e microscópica (estudo da estrutura íntima dos órgãos pela pesquisa microscópica dos tecidos e das células). Aanatomia topográfica dedica-se ao estudo em conjunto de todos os sistemas contidos em cada região do corpo e das relações entre eles.
A anatomia humana se define como normal quando estuda o corpo humano[->22] em condições de saúde[->23], e como patológica[->24] ao interessar-se pelo organismo afetado por anomalias[->25] ou processos mórbidos.
O desejo natural de conhecimento e as necessidades vitaislevaram o homem, desde a pré-história[->26], a interessar-se pela anatomia. A dissecação de animais (para sacrifícios) antecedeu a de seres humanos.
Alcméon[->27], na Grécia, lutando contra o tabu[->28] que envolvia o estudo do corpo humano, realizou pesquisas anatômicas já no século VI a.C. (por isso muitos o consideram o “pai” da anatomia). Entre 600 e 350 a.C. , Empédocles[->29],Anaxágoras[->30], Esculápio[->31] e Aristóteles[->32] também se dedicaram a dissecações. Foi, porém, no século IV a.C, com a escola Alexandrina, que a anatomia prática começou a progredir. Na época, destacou-se Herófilo[->33], que, observando cadáveres humanos, classificou os nervos como sensitivos e motores, reconhecendo no cérebro[->34] a sede da inteligência[->35] e o centro do sistema nervoso[->36].Escreveu três livros “Sobre a Anatomia”, que desapareceram. Seu contemporâneo Erasístrato[->37] descobriu que as veias[->38] e artérias[->39] convergem tanto para o coração[->40] quanto para o fígado[->41].
Galeno[->42], nascido a 131 na Ásia Menor, onde provavelmente morreu em 201, aperfeiçoou seus estudos anatômicos em Alexandria[->43]. Durante toda a Idade Média[->44], foi atribuída enorme autoridadea suas teoria[->45], que incluíam errôneas transposições ao homem de observações feitas em animais. Esse fato, mais os preconceitos[->46] morais e religiosos que consideravam sacrílega a dissecação de cadáveres, retardaram o aparecimento de uma anatomia científica. Os grandes progressos da medicina[->47] árabe não incluíram a anatomia prática, também por questões religiosas. As numerosasinformações do “Cânon de Medicina”, de Avicena[->48], por exemplo, referem-se apenas à anatomia de animais.
O clima geral do Renascimento[->49] favoreceu o progresso dos estudos anatômicos. A descoberta de textos gregos sobre o assunto, e a influência dos pensadores humanistas[->50], levou a Igreja[->51] a ser mais condescendente com a dissecação de cadáveres. Artistas[->52] como Michelangelo[->53],...
tracking img