Enfermagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (457 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
http://www.ppge.ufrgs.br/ats/disciplinas/2/ockereis-2006.pdf

Tabela
Indicadores dos gastos em saúde - 2003
Países % PIB % Público
Per capita(PPP)
Brasil 7,6 45,3 597
Argentina 8,9 48,6 1.067
Chile 6,1 48,8 707
Colômbia 7,684,1 522
México 6,2 46,4 582
Venezuela 4,5 44,3 231
Média AL 6,7 54,4 622
Alemanha 11,178,2 3.001
Canadá 9,9 69,9 2.989
Holanda 9,8 62,4 2.987
Reino Unido 8,0 85,7 2.389
Estados Unidos 15,2 44,6 5.711
Média OECD 10,8 68,2 3.415Fontes: World Health Statistics 2006; The World Health Report 2006; World Bank 2006 (World Develpment Indicators).
Elaboração: Ipea/Dimac.

A tabela 3 mostra que o Brasil possui uma taxa (2.1) donúmero de médicos maior do
que os países da América Latina e próxima à média verificada entre os países da OCDE
(2.6). A Alemanha detém a taxa mais alta com 3.4 médicos por mil habitantes ano. Emcompensação, apesar de custos de contratação menores e um impacto positivo na
efetividade dos serviços de saúde, a taxa dos profissionais de enfermagem é levemente
abaixo em relação aos países daAmérica Latina e vinte vezes menor do que a média da
OECD. Para o ano de 2002, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a
taxa de leitos hospitalares por mil habitantes anos era de 2.6,taxa maior do que a
evidenciada na média pelos países da América Latina (1.9), embora menor do que a taxa
média da OCDE (4.8), em especial no caso alemão (8,6).
Tabela 3
Indicadores de ofertade serviços de saúde: profissionais de saúde
e leitos hospitalares - 2003
(por mil habitantes)
Países Médicos Enfermeiros Leitos Hospitalares
Brasil 2,1
(a)
0,5
(b)
2,6
(c)
Argentina 3,2...
tracking img