Enfermagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 37 (9173 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
76

Hipertensão arterial: o endotélio e suas
múltiplas funções
Maria Helena Catelli Carvalho, Dorothy Nigro, Virginia Soares Lemos,
Rita de Cássia Aleixo Tostes, Zuleica Bruno Fortes

Resumo
O endotélio sadio exerce funções anticoagulante,
vasodilatadora e antiinflamatória que são essenciais para a
manutenção da homeostasia. Em várias doenças
cardiovasculares, entre elas a hipertensãoarterial, ocorre
disfunção endotelial. O endotélio normal tem função protetora
contra o desenvolvimento de lesões vasculares mantendo a
vasodilatação, inibindo a agregação plaquetária, a adesão
leucocitária e a proliferação das células musculares lisas.
Essas ações são exercidas principalmente pelo óxido nítrico,
considerado o mais importante fator endotelial, ou EDRF (do
inglêsEndothelial-Derived Relaxing Factor), ao lado da
prostaciclina e do fator hiperpolarizante derivado do endotélio.
O endotélio pode também gerar fatores contráteis conhecidos
por EDCFs, como as endotelinas, a angiotensina II, as pros-

taglandinas vasoconstritoras e espécies reativas de oxigênio.
A disfunção endotelial na hipertensão leva a desequilíbrio da
produção/liberação dos fatores contráteis erelaxantes e: 1)
provoca diminuição da geração de óxido nítrico/aumento das
espécies reativas de oxigênio, aumentando dessa forma o
tônus vascular; 2) contribui para o aumento da permeabilidade
vascular levando à formação de edema subendotelial; 3)
aumenta a expressão de moléculas de adesão com
conseqüente aumento da aderência leucocitária à parede
vascular; 4) acelera a coagulaçãointravascular; 5) aumenta
a proliferação de células musculares lisas, levando à
hipertrofia/hiperplasia da parede vascular. Torna-se evidente
assim que o endotélio tem papel central na hipertensão,
controlando a permeabilidade vascular, a adesão leucocitária,
a proliferação de células musculares lisas, a coagulação e o
equilíbrio entre fatores endoteliais (os EDRFs e os EDCFs).

Palavras-chave:Hipertensão arterial; Endotélio; Funções endoteliais.
Rev Bras Hipertens 8: 76-88, 2001

Recebido: 20/10/00 – Aceito: 13/12/00

Introdução
O conhecimento sobre o endotélio
está em constante evolução. Considerá-lo como camada inerte é hoje

obsoleto e mesmo o conceito de que
é interface ativa entre o que está
dentro e o que está fora do vaso
sanguíneo está se tornando desatualizado. Oendotélio não apenas

controla o tráfego de pequenas e
grandes moléculas, e mesmo células
inteiras, também mantém a estrutura
da parede vascular. O endotélio controla a dilatação e a contração local,

Correspondência:
Maria Helena
Av. Prof. Dr. Lineu Prestes, 1524. 2o andar – sala 217 – Cidade Universitária
CEP 05508-900 – São Paulo, SP

Carvalho MHC, Nigro D, Lemos VS, Tostes RCA, FortesZB

Rev Bras Hipertens vol 8(1): janeiro/março de 2001

77

seja em resposta a alterações do
fluxo sanguíneo ou a agentes
vasoativos. O endotélio ainda contribui
para a formação do coágulo na
tentativa de reparar uma lesão vascular e também para remoção do
mesmo se isso for necessário; promove o crescimento de novos vasos
sanguíneos e a dilatação de ramos
colaterais quando o sanguedeve ser
desviado para áreas isquêmicas;
direciona ainda o sangue de capilares
ou promove o fechamento destes
quando não estão perfundidos.
O endotélio está estrategicamente
situado na parede vascular para:
• atuar como sensor de alterações
hemodinâmicas;
• transmitir sinais que recebe de
células e da matriz extracelular;
• produzir mediadores que interferem com crescimento, atividade,migração e morte de células;
• manter as alterações adaptativas
de forma que elas se adeqüem às
exigências circulatórias.
O endotélio tem papéis múltiplos e
importantes em eventos fisiológicos e
fisiopatológicos como na hipertensão
arterial.

ração desses fatores, sendo a produção dos fatores relaxantes mais
importante, sobrepujando o efeito
dos agentes contráteis. No entanto,
em...
tracking img