Energias renovaveis

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1191 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Bibliografia
1.1 Referências extraídas do site: Fonte: www.elmundo.es
1.2 Referências extraídas do site: www.swissinfo.ch
1.3 Referências extraídas do site: exame.abril.com.br
1.4 Referências extraídas do site: www.swissinfo.ch
2.1 Referências extraídas do site: http://pt.wikipedia.org/www.globo.com.br

1.1 – Energias renováveis
Energia renovável é a energia que é extraída derecursos naturais tais como:
Sol, vento, chuva, marés e energias geotérmicas (consiste em aproveitar de águas quentes e vapores). O consumo de energias renováveis teve aumento de 19% (consumo mundial) em 2008.
Após os desastres em Fukushima o governo Suiço decidiu acabar com o uso da energia nuclear, a previsão para desativar todas as usinas é até 2034.
Na Suíça, a energia nuclear corresponde a 40%do total de energia consumida. É um dos países da Europa com maior utilização deste tipo de energia.
Relativamente a fenômenos naturais, apresenta um risco moderado de sismos à exceção da Basileia onde o risco é mais elevado. Os especialistas temem que um sismo neste país poderia alcançar o nível 7 na escala de Richter que poderia traduzir-se em tsunamis nos grandes lagos do país.
O primeiroreator a ser desativada será o de Beznau, em 2019. No último domingo, mais de 20 mil pessoas de todos os cantões manifestaram-se junto a esta central, contra a energia nuclear. Foi a maior manifestação contra as centrais nucleares no país, nos últimos 25 anos.
O abandono da energia nuclear apresenta elevados gastos para o país. Segundo estimativas do governo custará aos contribuintes cerca de 1800 a3100 milhões de euros.
Em alternativa à energia nuclear o governo suíço pretende promover as energias renováveis, a energia hídrica, a geração e as centrais de ciclo combinado.
Fonte: www.elmundo.es

Abaixo alguns pontos que a Suíça encontrou para abolir a energia nuclear.
1.2 - Energias Geotérmicas:
A suíça é um dos países que mais investe em energias renováveis, ela líder no consumo deenergias geotérmicas, com 50 mil instalações de exploração do calor do subsolo (ar e água), hoje é os pais com a maior concentração de usinas geotérmicas do mundo.
Sondas verticais e bombas térmicas são usadas para aquecer casas, escritórios, hotéis e estufas durante os meses de inverno. No verão, o processo é invertido e o excesso de calor é transferido para o subsolo. 
Como o uso de energiasgeotérmicas é econômico, famílias e pequenos comércios investem em instalações que ficam caras, mas com o passar do tempo o valor investido é amortizado e isso agrada todos.
Nos últimos cinco anos a busca por sondas geotérmicas dobrou.
Abaixo ilustração de uma casa com a instalação da sonda geotérmica:

1.3 Energia Solar:
Apesar de ser um país frio e não muito ensolarado, os suíços pesquisammuito as energias renováveis, sobretudo a solar.
A energia solar pode desempenhar um papel central no futuro plano energético da Suíça e substituir parte da energia nuclear. O setor reivindica uma expansão acelerada e mais subsídios. 
O país quer até 2025 reduzir dos 40% da utilização de energia nuclear para 20% de energia solar.
Na própria Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), várioslaboratórios estão envolvidos no projeto de construção de um avião solar do aventureiro suíço Bertrand Piccard, que pretende dar a volta ao mundo dentro de alguns anos.

A Escolha de Engenheiros de Bienne (oeste) trabalha em projetos de carros solares e seus protótipos já participaram de várias provas.
Um suíço terminou recentemente a volta ao mundo dirigindo um táxi movido a energia solar, outrolançou um projeto de submarino solar.
Como também são pragmáticos, os suíços pesquisam, mas também desenvolvem produtos. A divisão de energias renováveis da Oerlikon, sediada em Schwyz(centro do país), investe na tecnologia de painéis solares com finas camadas de silício.

O presidente da empresa, Uwe Krüger, afirma que a vantagem não será apenas ecológica, mas sobretudo econômica. "Depois...
tracking img