Endocardite infecciosa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1308 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Endocardite infecciosa

Os agentes etiológicos mais comuns nessa patologia são os estreptococos (30 a 50% dos casos), porém já é constatado infecção também pelos estafilococos. Bactérias gram-negativas, fungos e bactérias do tipo HACEK (Haemophilus parainfluenzae, Haemophilus aphrophilus, Actinobacillus, Cardiobacterium hominis, Eikenella corrodens e Kingella kingii), são outros agentes quepodem causar a endocardite. Cada vez mais é possível encontrar pessoas sem alterações cardíacas que possuem endocardite infecciosa, principalmente usuários de drogas injetáveis, em válvulas normais e principalmente em pacientes hospitalizados, com cateteres endovenosos, alimentação parenteral, tratamentos odontológicos e imunodeprimidos.
Ela também pode ser associada a tratamentosodontológicos, porém é uma ocorrência rara.

Figura1: Mostra o acumulo da vegetação na valva aórtica. Fonte:medicinageriatrica.com.br



Tabela com agentes etiológicos mais frequentes

| VÁLVULA PROTÉICA |
| |VÁLVULA |Cirurgia 12meses |
| |NATIVA | | | |
|Streptococcus sp. |30-65% |1% |7-10% |30-33% |
|Staphylococcus aureus |25-40% |20-40% |10-15%|15-20% |
|Estafilococos coagulase (-) |3-8% |30-35% |30-35% |10-12% |
|Enterococos |3-17% |5-10% |10-15% |8-12% |
|Bacilo Gram (-) |4-10% |10-15%|2-4% |4-7% |
|Fungos |1-3% |5-10% |10-15% |1% |
|Grupo de HACEK* e cultura (-) |3-10% |3-7% |3-7% |3-8% |
|Outros |1-2%|6-7% |2-6% |2-8% |


FONTE: fmt.am.gov.br/manual/endocardite.htm


Classificação
A endocardite infecciosa pode ser classificada em varias maneiras:
- Endocardite infecciosa aguda: Evolução rápida, com toxemia (grande acumulo de
toxinas no sangue), ocorrendo óbito empoucos dias. É causada por microrganismos mais virulentos, como estafilococos, pneumococos, gonococos e estreptococos do grupo A, podendo ser desenvolvido em valvas normais.
- Endocardite infecciosa subaguda: Inicia sutilmente e evolução mais prolongada. Tem habito de camuflar-se, ou seja, pode caracterizada por outra doença sistêmica pois causa febre baixa, sudorese noturna, anorexia, astenia,calafrios e perda de peso. É mais frequente em pacientes com lesões valvulares preexistentes.
-Endocardite infecciosa pós-implante de prótese valvar: Forma grave que ocorre em pacientes com prótese biológica ou artificial, podendo ser precoce (< 60 dias) causada por germes de maior virulência ou tardia (> 60 dias) causada por germes de menos virulência (figura 2)
-Endocardite infecciosa emusuários de drogas ilícitas: Afeta principalmente a válvula tricúspide.
-Endocardite nosocomial: Infecção associada a internação hospitalar prolongada, procedimentos invasivos e presença de dispositivos intravasculares.
-Endocardite de Libman-Sacks: É um tipo raro de endocardite, são vegetações valvares livres de bactérias, sintomas de manifestação do lúpus eritematoso sistêmico (figura 3)....
tracking img