Endividamento familiar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1269 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Sistema de Ensino Presencial Conectado

CURSO DE GRADUAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL
                 1º.SEMESTRE 2012 –SEMESTRE 1- NOTURNO

endividamento das famílias brasileiras

PARANÁ – SANTA CATARINA-SC
2012
2012

Alunos: Helena augusto alves
Henrique da silva castro

endividamento das famílias brasileiras

Trabalho interdisciplinar apresentadoà Universidade Norte do Paraná - UNOPAR, para avaliação nas disciplinas de Psicologia Geral, Antropologia, Formação Social Política e Econômica do Brasil, Fundamentos Histórico Teóricos e Metodológicos do serviço Social

Orientador: Prof. Lisnéia Rampazzo, Giane Albiazzetti, Gleiton Lima e Rosane Malvezzi

 

SUMÁRIO
 
 
1- INTRODUÇÃO:................................................................................................03
 
2- DESENVOLVIMENTO........................................................................................04
 
3-  PESQUISA DE CAMPO....................................................................................06
 
3- CONCLUSÃO....................................................................................................08
 
4-REFERÊNCIAS.................................................................................................09
 

INTRODUÇÃO
 
O endividamento das famílias brasileiras, vem crescendo desordenadamente . Isso com tantas facilidades nas transações financeiras como: empréstimos, consignações. Entre as Instituições Financeiras e os Bancos tantos privados como públicos se deparam com índice dedividas entre famílias da classe médio e baixa. Esse consumo em adquirir empréstimos são para consumo próprios e bens próprios. O desordenamento dessas dívidas se dão uma planejamento não pensado. Com embasamentos em consumidores autônomos , micro empreendedor, empresários .

DESENVOLVIMENTO
 Podemos aqui definir que o endividamento como a existência de um compromisso futuro de um pagamento, que nãoprecisa estar necessariamente atrasado.
 
ESTUDOS SOBRE SUPERENDIVIDAMENTO, SEU TRATAMENTO NO BRASOÇ E NOVOS DESAFIOS. 
Diante de um cenário de crescente superendividamento da população brasileira e tendo em vista não só o aumento significativo de processos judiciais que buscam revisão contratual, mas também as conseqüências sociais do fenômeno, algumas vozes, principalmente no campo da defesados consumidores e do Direito têm se manifestado no sentido de considerar o código de defesa do consumidor (CDC) tímido para fazer frente ao superendividamento e insistem na necessidade de criação de uma tutela legal legítima, a exemplo do que acontece em diversos países, como França, Áustria, Dinamarca, Portugal, Finlândia, EUA, Alemanha, Suécia, Suíça, Bélgica, Japão, Coréia, África do Sul,Canadá, entre outros (Marques e Cavallazi, 2006).

 INICE DE PESQUISA DA CNC- CONFEDERAÇÃO NACIONAL DO COMÉRCIO
 No grupo com renda superior a dez salários mínimos, o percentual de inadimplentes alcançou 10,9% neste mês, ante 11,4% em julho de 2012 e 14,5% em agosto de 2011

A pesquisa da CNC mostra também que o percentual de famílias que declararam não ter condições de pagar suas contas oudívidas em atraso recuou.
Em agosto de 2012, 7,1% das famílias declararam não ter condições de pagar seus débitos, ante 7,3% em julho de 2012 e 8,2% em agosto de 2011
O tempo médio de atraso foi 58,4 dias em agosto de 2012, superior aos 57,5 dias de agosto de 2011.
A parcela média da renda comprometida com dívidas recuou na comparação anual, ao passar de 30% para 29,6%
A pesquisa mostra ainda que17,4% dos consultados declararam ter mais da metade de sua renda comprometida com pagamento de dívidas.
O cartão de crédito foi apontado como um dos principais tipos de dívida por 73,2% das famílias que atrasam o pagamento de contas, seguido por carnês (18,9%), e, em terceiro, por financiamento de carro (12,4%).
 
A pesquisa entrevistou 18 mil consumidores em todas as capitais do país e no...
tracking img