Encargos sociais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2165 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE CAMBURY





Vivian Carvalho






ENCARGOS SOCIAIS – IMPLICAÇÕES PARA O SALÁRIO, EMPREGO E COMPETITIVIDADE








Goiânia
2010

Vivian Carvalho








ENCARGOS SOCIAIS – IMPLICAÇÕES PARA O SALÁRIO, EMPREGO E COMPETITIVIDADE










Projeto de Pesquisa apresentado ao Curso de Administração de Departamento Pessoal naFaculdade Cambury, turma RH 01 M, sob a orientação da Profª Helena de Fátima.
































Goiânia
2010














OS ENCARGOS SOCIAIS E SUAS IMPLICAÇÕES




Vivian Carvalho[1]




RESUMO


Evidenciando a importância deste evento nas empresas e na aplicação da contabilidade, iremos abordar de forma objetiva noçõesbásicas de contabilização da folha de pagamento e encargos sociais. Percebe-se que a carga tributária sobre a folha de pagamento é bastante onerosa, o que muito contribui para o aumento do número de empresas no sistema informal. Apesar dos atos praticados na folha de pagamento serem considerados de certa forma simples, ainda assim é comum notarmos a falta de informação e entendimento por parte deempregadores e empregados. Nota-se também um grande acúmulo de processos trabalhistas nos tribunais referentes a empregados exigindo o cumprimento de seus direitos.
Objetivando entender, esclarecer, definir melhor, tais eventos, estudaremos a contabilização da folha de pagamento e seus encargos sociais.



Palavras-Chave: Encargos Sociais, Competitividade.INTRODUÇÃO






Há muito, a discussão em torno da folha de pagamento como fator de extrema preocupação para o nível estratégico das organizações tem levado cada vez mais os gestores a buscarem ferramentas que minimizem o custo de produção de modo a promover o sucesso continuado e a viabilidade financeira de seus negócios.
Nesse mérito trataremos aqui,particularmente, do Encargo Social como um dos principais fatores impactantes nas políticas salariais praticadas pelo mercado, abordando ainda as implicações relativas ao desemprego e a competitividade das organizações num cenário cada vez mais agressivo de economia globalizada. Sabemos que dentre as ameaças de qualquer plano de negócio, existem fatores que são de natureza incontornável, como é o caso dosEncargos Sociais, necessitando de grandes habilidades e estratégias de compensação que devem ser desenvolvidas por todos os níveis relacionados diretamente com as atividades de planejamento da organização.
Dessa forma o papel do contador é de suma importância, pois cabem à eles o conhecimento a respeito da tributação em vigência, de forma a não só proteger, como também minimizar a cargatributária, beneficiando a empresa dentro dos parâmetros da lei. Constata-se que a lei protege os direitos dos empregados, bastando que os mesmos exijam seu cumprimento, observando e se informando sobre a legislação.
Enfim, o objetivo principal dessa pesquisa consiste na busca e transmissão de conhecimentos que contribua a um correto planejamento de Gestão de Pessoas, o que sem dúvida proporcionamaior otimização e aproveitamento do capital Humano em prol dos resultados da organização, sem prejuízo da responsabilidade social de promover o bem estar comum.











FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA




Segundo Chiavenato[2], benefícios são considerados certas regalias e vantagens concedidas pelas organizações, a título de pagamento adicional aos salários, à totalidade ou àparte de seus funcionários e constituem geralmente um pacote de benefícios e serviços que é parte integrante da remuneração do pessoal.

De modo geral, eles incluem as despesas com as obrigações sociais propriamente ditas (INSS, FGTS, salário-educação, licenças, abonos,etc.) e outros itens que são descontados compulsoriamente na folha de salários.[3]

Tais benefícios...
tracking img