Empuxi

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1486 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
RELATÓRIO EXPERIMENTAL SOBRE EMPUXO

Luciano de Abreu Ignez e Heitor Verdan do Nascimento

Código CCE0478 turma 3023

1 Física experimental II
Número de matrícula: 201102011371
e-mail: lucianoabr@gmail.com

2 Física Experimental II
Número de matrícula: 201201555922
e-mail: heitorverdan@hotmail.com


Professor: Altivo M. Souza; Física experimental II


RESUMO

O presenterelatório trata do estudo da força de empuxo, suas características e aplicações.

1. INTRODUÇÃO

Ao entrar em uma piscina com água se sentirá mais leve do que quando se esta fora da piscina. este efeito e devido a uma força vertical para cima chamada empuxo.Esta força vertical para cima é exercida pela água ao seu corpo.


2. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

O empuxo é representado pelo símbolo e suaunidade no sistema internacional é (N) Newton.
Segundo o principio de Arquimedes “todo o corpo imerso em um fluido em equilíbrio, dentro de um campo gravitacional, fica sob a ação de uma força vertical, com sentido oposto à este campo, aplicada pelo fluido, cuja intensidade é igual a intensidade do Peso do fluido que é ocupado pelo corpo.”(só física)
Este principio pode ser representadomatematicamente pela formula abaixo.


onde:
=Empuxo (N)
=Densidade do fluido (kg/m³)
=Volume do fluido deslocado (m³)
g=Aceleração da gravidade (m/s²)

Baseado no principio de Arquimedes podemos estabelecer o conceito de Peso Aparente , que é o responsável pelo efeito da piscina, colocado no inicio deste texto.
O peso aparente é o peso do corpo que é sentido efetivamente dentro de umfluido, mas não o peso real do corpo. A sua matematização é representada a seguir.






Figura 1. Representação de um bloco emergido em um líquido simulando uma situação onde há a existência de empuxo.



3. DESCRIÇÃO DO EXPERIMENTO

Os experimento descritos abaixo foram realizados no laboratório de mecânica no Instituto federal de São Paulo sob a supervisão dos professoresresponsáveis Osvaldo canato Junior e Artur Luciano Filho.
Atividade 6 – Empuxo (Osvaldo Canato Junior e Artur Luciano Filho.)

Parte 1
1.Determinação do peso do bloquinho (P bloco):
Pendurar o bloquinho metálico no dinamômetro, medir a elongação (XI) da mola e obter o peso do bloquinho (P bloco) a partir do calculo da força elástica (F Eli), considerando a informação do fabricante da mola (30 cm deestiramento para cada 1 Kg de massas).

2. Determinação do peso do Becker com água:
Apoiar o becker com agua em um prato da balança, realizar a leitura de sua massa (mi) e calcular seu peso (P becker). Notar que o valor desse peso é igual ao valor da força normal (Ni) aplicada pela balança sobre o Becker com água.

3. Determinação do empuxo aplicado pela agua no bloco e pelo bloco na água(ação/reação).
3.1 – Com o bloquinho pendurado no dinamômetro, mergulha-se na água do Becker de forma que ele fique completamente submerso, mas sem encostar no fundo do recipiente. Nessa condição, medir a elongação da mola (XII) e realizar a leitura da balança de pratos (mII). Conhecidas essas medidas, proceder ao calculo da força elástica da mola (FElii) e da força normal aplicada pela balança (Nii).3.2 – Notar que o valor de FElii é menor que o valor de P bloco indicando que há uma força de baixo para cima aplicada pela água no bloquinho. Tal força é denominada de empuxo por ele recebido (E bloco).
3.3 – Notar que o valor de Nii é maior que P becker, indicando que há uma força de cima para baixo aplicada pelo bloquinho na água. Tal força é a reação do empuxo E bloco. Esquematizar, então, odiagrama das forças aplicadas no Becker com água, calcular o valor do empuxo aplicado na água (E agua) e comparar com o valor de E bloco.
3.4 – Mergulhar novamente o bloquinho na água no Becker, mas agora abandonando – o no fundo do recipiente, sem suspendê-lo pela mola. Realizar a leitura da balança de pratos (miii), calcular a corresponde força normal aplicada no Becker (Niii) e explicar...
tracking img