Empresa montada

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1552 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. O MERCADO

Atualmente a cidade de Jundiaí possui uma população de mais de 342.983 pessoas, segundo o censo de 2008, e temos somente uma empresa que presta o serviço de remoção particular, e os serviços da prefeitura (SAMU e RESGATE), que atualmente não dão conta de todo o atendimento.

Após a análise da demanda, isto por estarmos dentro dos hospitais, verificamos a deficiêncianeste tipo de atendimento, pois quando solicitado o serviço de remoção, a demora no atendimento é muito grande, e muitas vezes os pacientes e hospitais tem que recorrer as cidades vizinhas maiores, como São Paulo ou Campinas, acarretando no custo da remoção e no tempo de atendimento que as vezes pode ultrapassar 8 horas, conforme relato de alguns médicos.

2. O PRODUTO

Portando diantedestas informações, resolvemos montar uma empresa que auxilie no atendimento desta demanda, com um custo acessível, qualidade e tempo de atendimento justo, buscando parcerias com hospitais e credenciamento com planos de saúde.



3. A EMPRESA



3.1. VISÃO

Pretendemos em 5 anos atender pelo menos 80% desta demanda já existente, aumentando a frota, criando novos empregos emelhorando sempre na qualidade do atendimento.





3.2. MISSÃO

Excelência no transporte avançado de pacientes necessitados.

3.3. OBJETIVOS

- Prover condições adequadas de transporte intra e extra hospitalar aos pacientes;

- Assegurar, através da presença obrigatória do Enfermeiro e do Médico durante todo o transporte, o fornecimento de suporte avançado de vida aos pacientescríticos que necessitem de transferência interna ou externa.



3.4. RESULTADOS ESPERADOS

- Estabilidade hemodinâmica e respiratória do paciente durante o transporte;

- Uso seguro de equipamentos;

- Permanência de sondas, cateteres, drenos e tubos em posição adequada, além de manipulação com a técnica requerida.



3.5. CONSIDERAÇÕES

- A decisão de transportar um paciente devebasear-se na avaliação dos riscos e benefícios associados ao transporte;

- Pacientes graves, quando transportados, apresentam maior morbidade e mortalidade, que podem ser minimizadas, se: o transporte for planejado de forma consistente, os recursos humanos forem bem preparados e os equipamentos forem adequados.

- A impossibilidade de prover adequada oxigenação e ventilação, manter a estabilidadehemodinâmica e as vias aéreas livres durante o transporte contraindica sua realização.





3.6. EQUIPE RESPONÁVEL

- É recomendado um número mínimo de dois profissionais no transporte de paciente grave.

- Todo transporte de paciente grave deve ser acompanhado por um médico treinado em suporte avançado de vida e apto a obter prontamente uma via aérea artificial.

- É recomendado que osegundo profissional envolvido no transporte seja um enfermeiro.

- No caso de paciente em uso de múltiplos equipamentos, poderá ser necessário realização do transporte por até quatro profissionais, sendo obrigatório inclusão de profissionais de nível técnico.



3.7. SETORES ENVOLVIDOS E ATRIBUIÇÕES



3.7.1. MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS

Faz a manutenção preventiva mensal conformecronograma publicado pela Diretoria Técnica de Manutenção de Equipamentos, o que deverá ser checado no livro de controle da ambulância;

Deve atender às solicitações de serviço conforme necessidade detectada pelo Enfermeiro responsável pelo transporte, Auxiliar de Enfermagem da Ambulância ou outros;

Pode atender às solicitações nos casos emergenciais (noturno, finais de semana eferiados) através do funcionário plantonista, que pode ser acionado pela telefonista da empresa.





3.7.2. MANUTENÇÃO GERAL

Deve realizar troca dos torpedos de ar comprimido e oxigênio sempre que necessário e se solicitado;

A checagem e troca de torpedos devem ser anotadas no livro de controle da ambulância;

O funcionário da manutenção (plantonista) deve...
tracking img