Empresa criada

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 95 (23676 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FATEC – Curso de Logística– 4º Semestre

Disciplina: Modalidade e Intermodalidade em Transportes – Prof. Dr. Carlos Grotta

Apostila de Multimodalidade

Introdução – 1ª Parte

L O G ÍÍ S T II C A

Introdução
As atividades de comércio e a necessidade de interação com outras localidades revelam a importância do transporte de mercadorias e pessoas no desenvolvimento de uma região. A zonaprodutora precisa distribuir seus produtos para a zona de consumo. A utilização racional dos meios de transportes oferecida a preços razoáveis influi significativamente na competitividade dos produtos comercializados.


O que é Logística?

A Logística é a área da gestão responsável por prover recursos, equipamentos e informações para a execução de todas as atividades de uma empresa.
Entre asatividades da logística estão o transporte, movimentação de materiais, armazenamento, processamento de pedidos e gerenciamento de informações.
Pela definição do Council of Logistics Management, "Logística é a parte do Gerenciamento da Cadeia de Abastecimento que planeja, implementa e controla o fluxo e armazenamento eficiente e econômico de matérias-primas, materiais semi-acabados e produtosacabados, bem como as informações a eles relativas, desde o ponto de origem até o ponto de consumo, com o propósito de atender às exigências dos clientes“.
Em resumo: "Logística é a arte de comprar, receber, armazenar, separar, expedir, transportar e entregar o produto/serviço certo, na hora certa, no lugar certo, ao menor custo possível".
O Governo e a Organização da Logística
Atualmente (2010) ogoverno quer criar um novo órgão para cuidar de projetos do setor de logística, mas não se sabe se será necessariamente uma nova empresa. Sabe-se apenas que será um reforço nessa área de engenharia e de projetos, com uma estrutura, um bureau, para cuidar dos projetos, provavelmente localizado no Planejamento (Ministério).
Assim, não haveria conflito entre esse novo organismo e o DepartamentoNacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT), pois o DNIT é mais executor do que elaborador de projetos.
O setor de transportes, porém, já está repleto de estruturas estatais. Para começar, há dois ministérios, já que, além do Ministério dos Transportes, o atual governo decidiu criar, no início do segundo mandato, a Secretaria Especial de Portos.
O setor também tem três agências reguladoras, aAgência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), e a Agencia Nacional da Aviação Civil (ANAC). Do ponto de vista da execução de obras, além do DNIT, que cuida de estradas e hidrovias, há ainda a estatal Valec, que está tocando as obras da Ferrovia Norte-Sul.
Além dessa nova empresa de projetos, o governo já anunciou que pretende ainda criaruma empresa para absorver a tecnologia do futuro trem-bala que vai unir Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro.
Apesar do excesso de ministros (ou secretários com status de ministro), o setor de Transportes, Portos e Aquavias no Brasil não pode se queixar e planos e projetos: eles existem, e são muitos. Também não pode se queixar de falta de recursos: o Plano de Aceleração do Crescimento (PAC, dogoverno federal) tem recursos para investir e até uma linha específica relacionada com a logística, criada na segunda versão desse programa. O que também existe em excesso é burocracia, aliada a uma certa falta de profissionalismo no encaminhamento das propostas, para que sejam aprovadas e possam ser implementadas.
No que trata da infraestrutura logística brasileira, ela é constantemente sujeita acríticas: 1) Atrasos nas operações dos portos; 2) falta de tecnologia adequada para equipamentos específicos; 3) rodovias bloqueadas e em mau estado de conservação, 4) excesso de burocracia nos processos aduaneiros, 5) baixa disponibilidade de espaço em armazéns, todos são fatores que agem como agravantes nas operações dos embarcadores.
Estimativas apontam para uma participação do custo de...
tracking img