Empreendedorismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 42 (10495 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
| |

EVOLUÇÃO DOS MODELOS
DA ADMINISTRAÇÃO

JORDANA PROCÓPIO DORNELAS
JÉSSICA KELLEN TEODORO

Coronel Fabriciano, 20 de novembro de 2011

Sumário
INTRODUCÃO 2
Taylorismo 4
Principais características e objetivos do Taylorismo 6
Fordismo 8
A Crise Do Fordismo 11
O Pós-Fordismo 13
Flexibilidade E Trabalho 14
Reestruturação Do Espaço Industrial 16
Complexos DeAlta Tecnologia: Os Tecnopólos 17
Fayol 20
Teoria Clássica da Administração 20
São princípios fundamentais de Fayol 22
Teorias Estruturalistas 25
Teorias Burocráticas 27
Origens da Teoria da Burocracia 27
A Teoria da Burocracia e o Pensamento 27
Bases da Teoria da Burocracia 28
Vantagens da Burocracia 29
Dilemas da Burocracia 30
Disfunções da Burocracia30
Toyotismo 32
Modelo Sueco (Volvismo) 35
CONCLUSÃO 41

INTRODUCÃO
Com o passar dos anos o mundo sofreu diversas mudanças e com elas foi necessário aos processos de produção e gerenciamento se adaptar a cada época para satisfazer a demanda da época. Na última década, novos modelos de gestão passaram a ser adotados, formas alternativas, mistos dos conhecimentos existentes com diferentesconcepções.
Assim, temos as metáforas, comparadas a modelos de gestão, como é o caso do Fordismo, comparado à metáfora da máquina, do Toyotismo, entre outras teorias estruturalistas ou burocráticas, também Fayol e outros pensadores.
Os modelos de sistema de produção presentes são: o Taylorismo, Fordismo, Fayolismo, Teoria Estruturalista, Teoria Burocrática, Toyotismo e o Modelo Sueco, Volvismo. Osconceitos e técnicas que fazem parte do objetivo da Administração da Produção dizem respeito às funções administrativas clássicas (planejamento, organização, direção e controle) aplicadas às atividades envolvidas com a produção física de um produto ou à prestação de um serviço. 
As teorias organizacionais existentes foram surgindo à medida que novos contextos as exigiam, como novas alternativas,seguindo o que pode chamar de processo evolutivo, adequado às mudanças do ambiente.
Os últimos 50 anos constituíram uma época de grandes mudanças na gestão e organização do sistema produtivo das empresas industriais em todo o mundo. Dois grandes grupos de mudanças foram marcantes nesse período. O primeiro foi o grande desenvolvimento tecnológico ocorrido em termos de máquinas, sistemas deinformações, automação, robótica, telecomunicações, entre outros, que tornaram possível um planejamento e controle mais eficiente das operações. O segundo está relacionado às transformações relativas às novas filosofias, conceitos e métodos de gestão de recursos humanos.  Os conhecimentos de gestão desenvolvidos por Taylor, Ford e Sloan trouxeram, desde o início do século XX, avanços sem precedentes àprodutividade. Alguns dos fatores foram: produção em grande escala e em grandes lotes com correspondente redução dos custos unitários; elevada especialização do trabalho no chão-de-fábrica; inexistência de envolvimento do trabalhador com a qualidade, sugestões ou melhorias das operações; o máximo possível em termos de verticalização da produção. 
Durante a década de 70, a Administração da Produçãoadquiriu nos Estados Unidos e a nível mundial, uma posição de destaque na moderna empresa industrial. Os fatos históricos que levaram à essa posição foram o declínio norte americano em termos de produtividade industrial e no comércio mundial de manufaturas. Desta forma o crescimento de algumas potências nesses aspectos como o Japão foi inevitável que há mais de 30 anos vem encarando a produçãoindustrial e a geração de novos produtos como os elementos-chave no mercado interno e a nível internacional. 
A Toyota buscou uma forma alternativa à produção em massa para gerenciar o sistema de produção. Os princípios da produção em massa já não se ajustavam à difícil situação econômica e ao novo mercado de seu país naquele momento. Surge, então, a “produção enxuta”, com princípios diferentes dos...
tracking img