Empreendedorismo vale do ave

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 57 (14080 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Índice:

1. Introdução

2. Caracterização do concelho de Guimarães

2.1. Localização

2.2. Demografia e recursos humanos

2.2.1. População

2.2.2. Estrutura etária da população

2.2.3. Níveis de ensino

2.3.Economia

2.3.1. Emprego

2.3.2. Estrutura do emprego

2.3.3. Desemprego




3. Indústria no Vale do Ave

4. Caracterizaçãoda instituição

4.1. Projecto despertar




5. Enquadramento teórico

5.1. Trabalho e capitalismo

5.2. Perfil do empreendedor e empreendedorismo

5.3. O empreendedorismo feminino




6. Metodologia

6.1. Caracterização da população

6.2. Questão de partida

6.3. Amostra

6.4. A entrevista

6.4.1. Dificuldades sentidas7. Análise dos resultados

8. Considerações finais

Bibliografia

Anexos







































1. Introdução

O presente relatório é elaborado no âmbito do estágio curricular da licenciatura em Sociologia. O estágio decorreu na Sol do Ave – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Vale do Ave,com sede em Guimarães.

Este estudo incidirá sobre os empreendedores que recorreram ao Gabinete de Apoio ao Emprego da Sol do Ave para obterem apoio na elaboração do projecto para a criação do seu próprio negócio, tendo como questão de partida “Em que medida o apoio fornecido pela Sol do Ave na criação do próprio emprego é adequado para os empreendedores?”. A situação de desemprego nosector secundário/ indústria que se tem alastrado pelo Vale do Ave fez com que a criação do próprio emprego surgisse como a alternativa mais viável para a inserção no mercado de trabalho. Este tema despertou bastante interesse pois gostaria de perceber o que levou os indivíduos a optarem por resolver a situação de desemprego recorrendo à criação do seu próprio emprego, revelando a sua vertenteinovadora e empreendedora.

O estudo desta problemática permitirá analisar as trajectórias de vida dos empreendedores, tendo em conta todo o percurso percorrido, desde o surgimento da ideia, e dos factores mais ou menos relevantes no processo da tomada de decisão, até á elaboração da própria candidatura. Surge, também, como um dos objectivos, verificar quais os apoios que os empreendedoressentiram mais necessidade durante todo o processo, bem como avaliar o papel desempenhado pela Sol do Ave enquanto facilitador da implementação do negócio.
A Sol do Ave é uma associação de direito privado sem fins lucrativos, tendo por objectivos promover as actividades necessárias ao desenvolvimento integrado do Vale do Ave. O projecto despertar, no qual estou a realizar o estágio, estádireccionado para a promoção e desenvolvimento de projectos que assentes em intervenções integradas e sustentadas em parcerias, pretendem contribuir para reduzir ou eliminar assimetrias e factores de exclusão e promover a coesão social.
Tendo em conta isto, a investigação irá incidir sobre os indivíduos que após recorrerem ao GAE (Gabinete de Apoio ao Emprego), apresentaram o seu projecto, que tendosido aprovado, originou a criação de novos negócios.
De facto, dos 370 indivíduos que recorreram ao gabinete para a criação do próprio emprego apenas 38 avançaram com o seu projecto, sendo que dessa parte ocorreram 4 desistências e 13 ainda se encontram em análise. Portanto apenas 18 constituíram, neste momento, a sua empresa e será sobre esses, efectivamente, que efectuarei a minhaanálise, o que poderá também ajudar futuramente a combater o número de desistências verificados. Porém, desse total ocorreram 2 encerramentos, sobre os quais a investigação não poderá incidir.
Ser empreendedor não se trata de personalidade mas sim de habilidade, para analisar e avaliar uma oportunidade de negócio, munir-se de recursos necessários, ter consciência dos riscos para atingir os...
tracking img